Canais de Notícia

Economia

Publicada em 22/10/2014

Jovem é o perfil que menos controla a vida financeira

Dados são da pesquisa do Indicador de Educação Financeira, do Serasa.

Do Serasa Experian

Pesquisa do Indicador de Educação Financeira (IndEF) 2014, elaborado pelo SerasaConsumidor (braço da Serasa Experian voltado para o consumidor) e IBOPE Inteligência, revela que jovens entre 16 a 24 anos são os que possuem menos controle da sua vida financeira no Brasil. De acordo com a pesquisa, que entrevistou 2002 consumidores acima de 16 anos, em todo o Brasil, no primeiro semestre de 2014, 40% admitem não manter a vida financeira sob controle. Quanto mais idade, maior é o percentual de pessoas que diz manter o controle dos gastos: 62%, entre 25 e 34 anos, 66%, entre 35 e 44 anos, 67%, entre 45 e 54 anos, e 75%, entre 55 e mais.

“Este é um dos fatores que acabou contribuindo para que o jovem brasileiro tivesse o nível mais baixo de educação financeira. A população deste perfil não costuma planejar suas finanças de maneira consciente. Os jovens precisam evitar agir por impulso e adquirir o hábito de controlar melhor a vida financeira para que eles não sofram as consequências do superendividamento e da inadimplência, diz o superintendente do SerasaConsumidor, Júlio Leandro.

Segundo o IndEF, o grupo de 16 a 17 anos apresentou queda em relação à nota de educação financeira do ano passado: de 5,9 para 5,5. Os brasileiros que têm entre 18 e 24 também caíram na comparação com 2013, de 5,9 para 5,8. Outros fatores também pesaram para que o jovem tivesse o pior desempenho. Veja na tabela abaixo que esse público lidera o maior percentual de respostas às questões, como: “Normalmente, eu fico mais satisfeito em gastar um dinheiro agora do que poupá-lo para o longo prazo” e “Eu tenho uma tendência a comprar de forma espontânea e imediata, sem pensar muito”.

Para a criação do IndEF foram entrevistadas 2.002 pessoas maiores de 16 anos de idade, em 140 cidades de todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal, incluindo capitais, periferia e interior.