Canais de Notícia

Economia

Publicada em 03/09/2014

Principais cadeia do agro respondem por 30% das exportações do País

Soja em grão lidera com US$ 46,5 bi dos US$ 154 bi exportados pelo Brasil.

Da CNA

As exportações de sete produtos agropecuários responderam por 30% das vendas totais do país no acumulado de janeiro a agosto de 2014. A participação do setor no conjunto da balança comercial é ainda mais expressiva, tendo em vista que a soja em grão ocupa a primeira posição na lista dos principais produtos exportados pelo Brasil, com embarques de US$ 21,4 bilhões nos oito primeiros meses do ano.

Entre janeiro e agosto, as exportações totais renderam US$ 154 bilhões ao país. A soja em grão, o farelo de soja, o açúcar em bruto, as carnes de frango e bovina, o café e a celulose contribuem com US$ 46,5 bilhões deste montante, mostra levantamento feito pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O farelo de soja também ocupa posição de destaque no ranking exportador. Os embarques desse produto crescem 43% no acumulado de oito meses, na comparação com igual período de 2013. Este desempenho garantiu ao farelo de soja a quarta posição na lista dos produtos mais vendidos pelo Brasil no exterior. O segundo e terceiro lugares são ocupados, respectivamente, por minério de ferro e petróleo em bruto.

A CNA também destaca as exportações de US$ 4,6 bilhões de açúcar em bruto, desempenho que fez com que o produto subisse da sexta posição, que ocupava no acumulado de sete meses, para a quinta posição, superando as exportações de carne de frango. A diferença entre a receita cambial obtida com a venda dos dois produtos é pequena: os embarques acumulados de carne de frango renderam US$ 4,5 bilhões.

O desempenho do complexo carnes como um todo tem sido positivo em 2014, com as vendas externas de carne bovina crescendo a dois dígitos. Os embarques somaram US$ 3,8 bilhões, aumento de 17%. O embargo imposto pela Rússia aos produtos pecuários da União Europeia, do Canadá, dos Estados Unidos, da Austrália e da Noruega, a partir de agosto e pelo prazo de um ano, é um dos fatores que impulsiona as exportações de carnes brasileiras.

A Superintendência de Relações Internacionais da CNA também destaca os embarques de café em grão e de celulose, que ocupam a oitava e a nona posições na lista dos principais produtos exportados pelo Brasil. O valor das exportações do café cresce quase 50% em agosto deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. A China continua sendo o principal destino das exportações agropecuárias do Brasil, absorvendo 20,6% dos embarques em 2014.