Canais de Notícia

Economia

Publicada em 25/08/2014

Feira do Empreendedor recebe mais de 30 mil visitante em MS

Participação de todos os municípios do estado foi uma das marcas do evento.

Do Sebrae/MS

A 6ª edição da Feira do Empreendedor representou este ano a integração entre os setores do Agronegócio, Indústria, Comércio e Serviços, destacando também a importância das políticas públicas para os pequenos negócios, e a inserção de práticas sustentáveis e de acessibilidade às empresas do estado.

O evento superou as expectativas, ultrapassando a casa das 30 mil visitas durante os quatro dias de mostra; destas, 105 caravanas com 2.850 participantes. De quinta-feira a domingo, foram realizadas mais de 250 atividades que capacitaram cerca de 13 mil pessoas, além da exposição de 150 marcas que apresentaram as novidades em produtos e serviços dos mais variados mercados.

O superintendente do Sebrae no MS, Cláudio Mendonça, destacou a importância do caráter estadual da feira, ou seja, já que contou com ao menos um visitante cada município de Mato Grosso do Sul; destacando a superação das metas e o envolvimento de todos.

“Isto tudo se traduz pelo reconhecimento do público. Em nome de todos os colaboradores, agradeço os parceiros e os veículos de comunicação pelo trabalho feito para divulgar o evento, prestando um serviço à população”, ressalta.

Para Maristela França, diretora de operações da entidade no estado, a Feira deixou a mensagem de conexão entre os setores produtivos, em uma relação de interdependência, através de ações alinhadas, para um resultado muito maior. Ela destacou ainda as políticas públicas como o alicerce desta união setorial.

“A Lei Geral impacta nos pequenos municípios e negócios em todo o Brasil. É importante fomentá-la para criar um ambiente legal que propicie desenvolvimento, melhorando os aspectos tributário, fiscal, de acesso a serviços financeiros, compras governamentais e inovação e tecnologia”, reforça.

Já o diretor técnico do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no MS, Tito Estanqueiro, lembrou que das parcerias para a realização da iniciativa e do impacto que o evento tem para as pessoas. “Não é fácil fazer uma feira desta magnitude, por isso, unimos esforços entre as instituições para propiciar bons ensinamentos e aprendizado”, diz. “Mato Grosso do Sul, pela sua dinâmica, precisa que este tipo de evento aconteça com certa frequência, projetando as oportunidades a quem é ou quer ser empreendedor, podendo compartilhar ainda com amigos e colaboradores”.