Canais de Notícia

Economia

Publicada em 02/07/2014

Missão Da CNI e Fiems vai levar 30 empresários à Expo Paraguai

A Feira será realizada de 12 a 17 de julho em Assunção, capital do Paraguai.

Da Fiems

A missão empresarial da CNI (Confederação Nacional da Indústria) e CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems vai enviar 30 empresários de diversas partes do Brasil para participar da Expo Paraguai, que será promovida de 12 a 27 de julho em Assunção, capital paraguaia. De acordo com o coordenador do CIN da Fiems, Fábio Fonseca, a missão busca facilitar a aproximação das empresas brasileiras interessadas em investir no país vizinho e, por isso, a iniciativa, que também conta com a parceria da Embaixada do Brasil em Assunção e da Apex-Brasil, reúne representantes das indústrias de alimentos e bebidas, calçadista, moveleira, cosméticos, metalomecânico e tecnologia da informação de todo o país.

"A agenda da missão empresarial inclui visitas técnicas às instituições e empresas paraguaias, rodada de negócios, além da exposição de produtos de empresas exportadoras brasileiras no estande que estará disponível para amostra de produtos brasileiros", destacou Fábio Fonseca, reforçando que as atividades desenvolvidas incluem exposição no estande brasileiro para empresas que já tem maturidade exportadora.

A missão vai promover a participação de empresas brasileiras, oferecendo a oportunidade de expor produtos a um público internacional e gerar oportunidades de negócios, bem como acompanhar a evolução e as novidades dos diferentes setores. "Dentre os benefícios em participar dessa ação estão o apoio e suporte às empresas no processo de internacionalização, promoção de encontro de negócios, divulgação dos produtos e serviços das empresas brasileiras, além da fomentar parcerias", disse o coordenador do CIN da Fiems.

Trata-se de um evento internacional onde participam pequenas e médias empresas de diversos países num grande evento paraguaio com a duração de 16 dias. A edição de 2013 ofereceu aos expositores uma gama de áreas para exposição, com uma área de 3.600 metros, 1.650 expositores na área industrial e ainda contou com a presença de representantes de diferentes setores tais como plásticos, madeira, metálicos, cartão, papel, alumínio, confecção, gráficos, lácteos e outros