Canais de Notícia

Economia

Publicada em 17/06/2014

Pecuária eleva em 0,62% o PIB do agro no primeiro trimestre

Aumento dos preços e cenário positivo para pecuária de leite justificam alta.

CNA

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio acumulou alta de 0,62% no primeiro trimestre de 2014, com destaque para a pecuária, que cresceu 0,98% no período. Cálculos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) mostram que o desempenho do segmento primário da pecuária foi impulsionando pelos preços que, na maioria das atividades do setor, apresentaram valorização quando comparados com os três primeiros meses do ano passado.

A associação entre preços e produção da atividade leiteira também contribuiu para o desempenho do agronegócio da pecuária. Para 2014, a alta esperada no faturamento do setor leiteiro é de 19,27%, resultado de perspectivas positivas para as cotações (4,85%) e a produção (13,76%). Segundo a CNA, a menor produção de leite entre fevereiro e março, decorrente da seca nas regiões produtoras e do início da entressafra na região Sul, explica a elevação dos preços.

O PIB da agricultura cresceu 0,38% em março, com destaque para o segmento primário, que registrou expansão de 0,75% no mês. Este desempenho reflete a expectativa de aumento de 3,21% da safra nacional em 2014, considerando as estimativas disponíveis no período avaliado. Em termos de preço, no entanto, foi registrada queda de 1,45% na comparação entre os primeiros trimestres de 2014 e de 2013.

Para o ano, a expectativa é de elevação no faturamento anual do cacau (53,57%), da laranja (51,56%), do algodão (40,45%), da banana (39,65%), da mandioca (30,46%), da uva (28,58%), do trigo (20,37%), da soja (11,07%) e do feijão (2,60%). A CNA também prevê aumento de 6,47% no faturamento do arroz, cultura que sofreu com as condições climáticas adversas – chuvas frequentes associadas a períodos de sol quente e noites frias –, o que pode prejudicar a qualidade do cereal e a produtividade das lavouras.