Canais de Notícia

Economia

Publicada em 16/05/2014

Eldorado Brasil anuncia Ebitda de R$ 119 milhões no trimestre

Empresa atingiu faturamento de R$ 494 milhões e margem Ebitda de 28%.

A Eldorado Brasil Celulose (www.eldoradobrasil.com.br) concluiu o primeiro trimestre de 2014 com evoluções em todas as áreas e operações. O volume de produção foi de 329 mil toneladas de celulose, com o faturamento chegando a R$ 493,7 milhões.

Com pouco mais de um ano de operação, a primeira parada programada para manutenção industrial, realizada no final de janeiro, foi bem sucedida. A operação diária da planta após a parada, com produção recorde acima de 5 mil toneladas em um único dia e estabilização em patamar próximo a esse nível, mostrou potencial para que se atinja capacidade produtiva de 1,7 milhão de toneladas de celulose por ano, 200 mil toneladas acima da capacidade prevista no projeto.

Na área florestal, foram plantados 10 mil hectares de florestas de eucalipto entre janeiro e março, levando a Eldorado a atingir área total de 171 mil hectares de florestas próprias plantadas, respeitando excelentes padrões de eficiência e sustentabilidade. Na Logística, houve continuidade às ações iniciadas no primeiro ano de operação para otimizar resultados e reduzir custos, com a conclusão de primarizações de atividades de transporte, a formalização da aquisição de área própria no porto de Santos e utilização preferencial de modais hidroviário e ferroviário no transporte de madeira e de celulose.

A participação do mercado interno no volume faturado durante o período foi de 16%, e o mercado externo respondeu por 84% das vendas. As vendas para a Europa representaram 38%, a Ásia foi responsável por 34% do volume e a América do Norte somou 12% das exportações.

A receita líquida no trimestre foi de R$ 427 milhões e o Ebitda (lucro bruto menos as despesas operacionais, excluindo depreciação e amortizações do período e os juros), de R$ 119 milhões, representou margem de 28% sobre a Receita Líquida, em linha com a margem do último ano – apesar da realização da parada para manutenção industrial e da apreciação do Real frente ao Dólar. A empresa apresentou prejuízo de R$ 115 milhões, com a dívida líquida se mantendo em patamar e perfil semelhantes aos verificados em dezembro de 2013.

“Tivemos um primeiro trimestre muito positivo e as perspectivas para 2014 são ainda melhores. Continuamos otimistas em relação a nossos principais desafios para este ano, com aumento da produção e manutenção de nosso programa florestal acelerado, com plantio de 50 mil hectares de florestas de eucalipto. Permanecemos confiantes e firmes em nosso propósito de fazer da Eldorado Brasil referência mundial e um dos líderes globais na produção de celulose branqueada”, afirma José Carlos Grubisich, presidente da Eldorado Brasil.