Canais de Notícia

Economia

Publicada em 13/05/2014

PIB da Agropecuária cresce 0,35% no primeiro bimestre de 2014

Melhora dos preços e crescimento do volume de produção da pecuária determinam alta.

Da assessoria

O Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária cresceu 0,35% no primeiro bimestre de 2014, na comparação com o mesmo período de 2013, de acordo com levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Universidade de São Paulo (Cepea/USP). O resultado foi impulsionado pela melhora dos preços e do volume de produção agrícola e também pelo crescimento do volume produzido no segmento básico da pecuária.

O relatório mensal mostra que a agricultura recuperou-se em fevereiro após queda de 3,46% nas cotações na comparação entre os meses de janeiro de 2013 e de 2014. No bimestre, no entanto, a queda foi amenizada para uma taxa média de 1,39%. A expectativa para 2014 é de uma safra 3,21% superior à colhida no ano anterior, com forte influência da expansão da soja. O faturamento da oleaginosa deve aumentar 7,49% no ano.

A CNA também espera elevação no faturamento anual do algodão (47,78%), arroz (6,44%), feijão (5,39%), laranja (52,44%) e trigo (15,22%). A expectativa para o arroz, feijão e trigo tem como base a quantidade produzida. Em relação aos demais, o aumento esperado da renda resulta de cenários positivos para quantidade e preços.

No mês de fevereiro, a expansão do segmento básico pecuário foi de 0,14%. O crescimento elevou para 0,39% a alta acumulada no primeiro bimestre. O desempenho é resultado da maior produção média dos setores acompanhados (3,09%), reflexo das quantidades esperadas para a atividade leiteira. A renda esperada para este segmento é 19,58% superior à apurada no ano passado, resultado de elevação nas cotações (5,48%) e nas quantidades produzidas (13,37%).