Canais de Notícia

Economia

Publicada em 13/05/2014

Início da entressafra provoca alta nos preços do leite,diz CNA

Segundo boletim Custos e Preços, preço pago ao produtor subiu 6,11%.

Da assessoria

O preço do leite subiu pelo segundo mês consecutivo em abril e o pecuarista recebeu, em média, R$ 0,999 pelo litro do produto, preço 6,11% maior do que a média do mês anterior. A alta foi impulsionada pelo início da entressafra, período no qual há redução de oferta nas principais regiões produtoras do país.

Foi o que apontou o boletim “Custos e Preços”, produzido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O levantamento mostra, também, que o mercado consumidor não absorveu a elevação destes preços. Desta forma, “tal cenário pode limitar novas altas nos preços pagos ao produtor, mesmo com a menor oferta de matéria-prima”, ressalta o boletim.

Segundo o estudo, assim como a matéria-prima, os derivados do leite também tiveram comportamento de alta, como o leite UHT e o queijo muçarela, que no atacado em São Paulo, por exemplo, registraram valorização de 3,3% e 1,97%, respectivamente.

Boi gordo

Após um primeiro trimestre de forte alta, os preços do boi gordo começaram a apresentar sinais de recuo, em razão do aumento de oferta no mercado interno. O indicador Esalq/BM&F/Bovespa fechou o mês com queda de 1,52%, e a arroba do boi passou de R$ 125,89 para R$ 123,97. Nos principais estados produtores, os preços ficaram estáveis ou subiram em ritmo menor, embora permaneçam em patamares bem superiores aos do ano passado.

Milho

Os preços do cereal no mercado brasileiro ficaram estáveis em março. Segundo o boletim, a incerteza dos produtores quanto à produtividade do milho nesta safra reduziu o ritmo da venda do grão. “Como os produtores rurais estão capitalizados, o volume de negócios permaneceu lento. Para avançar na comercialização, os agricultores ainda esperam uma melhora nas cotações”, explica o estudo.