Canais de Notícia

Economia

Publicada em 02/05/2014

Parcial mostra faturamento de R$ 24 mi em leilões da Expogrande

Parcial mostra faturamento de R$ 24 mi em leilões da Expogrande.

Da assessoria

A Expogrande programou para este ano 40 leilões de bovinos (corte e elite), equinos, gado leiteiro e ovinos, que iniciaram no dia 29 de março. Até o dia 29 de abril, já realizados cerca de 30 leilões, balanço parcial feito pela Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) mostra que já foram comercializados 9.958 animais, num total de R$ 24,4 milhões. A expectativa da entidade é superar o volume comercializado em 2013, que foi de R$ 28 milhões.

Até o dia 29 foram vendidos nos leilões 8.468 animais de corte (R$ 9,4 milhões) e outros 1.490 de elite (R$ 15 milhões). No segmento de equinos o recorde é do Leilão Max QM, que vendeu 50 animais quarto de milha por R$ 2.799.000,00, obtendo uma média de R$ 55,9 mil por animal.

Em seguida vem o Leilão King Horse Sale, também de equinos da raça quarto de milha, que comercializou R$ 1.826.500,00 com a venda de 46 animais, resultando numa média de R$ 39,7 mil por animal. O remate ficou a cargo da Taquari Leilões.

Ainda neste segmento a Expogrande recebeu o Leilão União da Raça Crioula, no dia 26 de abril, com a oferta de 41 animais e com um faturamento de R$ 422,6 mil, média de R$ 11,7 mil por animal.

No segmento de gado de elite, o maior volume registrado até agora fica por conta do Leilão Prenhezes 42, do criador Cícero Antônio de Souza, que comercializou R$ 2.018.000,00 com a venda de 50 lotes, obtendo uma média de R$ 55.950,00. Em seguida vem o 19º Leilão Matrizes Nelorão, que comercializou 62 animais por R$ 1.934.200,00 no dia 29 de março na Estância Orsi, pela leiloeira Correa da Costa, em Campo Grande (MS).

Os leilões da Expogrande seguem até o dia 4 de maio.