Canais de Notícia

Economia

Publicada em 08/04/2014

Grupo recebe incentivo para instalar fábrica de R$ 304 mi em MS

Asperbras vai construir fábrica de MDF e MDP em Água Clara, no leste do estado.

Da assessoria

O governo de Mato Grosso do Sul assinou um termo de acordo com o grupo Asperbras – Tecnologia Industrial e Agronegócios – para a construção de uma fábrica de placas de fibra de madeira de média densidade (MDF e MDP) no município de Água Clara, com investimentos de R$ 304 milhões. A indústria produzirá 200 mil metros cúbicos de placas a partir de 2017.

O documento, em que o Estado garante incentivos fiscais aos empreendedores, foi assinado pelo governador André Puccinelli e a diretoria do grupo, na tarde desta segunda-feira, na Governadoria. A prefeitura de Água Clara é parceira no projeto, doando uma área de 500 mil metros quadrados para montagem da indústria, situada às margens da rodovia BR-262, e garantindo isenção tributária municipal.

Incentivos

Ao saudar os novos investidores no Estado, o governador Puccinelli afirmou que o objetivo do governo é capitalizar o desenvolvimento industrial do Estado para que todos os municípios cresçam de forma harmônica. Ele anunciou que até o final do ano lançará uma nova política de incentivos fiscais e tributários em conformidade com a vocação de cada região, com base em estudos geopolíticos do Estado.

“Queremos o desenvolvimento do Estado uniforme”, disse o governador, citando que indústrias estão se instalado em pequenos municípios com o apoio do Estado, como Terenos e Ribas do Rio Pardo. “Planejamos Mato Grosso do Sul nestes sete anos para os próximos 50 anos e vamos agora criar incentivos setorizados e diferenciados para alavancar o crescimento de todas as regiões”, completou.

Logística

A unidade de MDF da Asperbras começa ser montada em agosto deste ano e vai gerar 200 empregos diretos e 200 indiretos, com faturamento previsto de R$ 170 milhões/ano. Em uma segunda fase, industrializará painéis de madeiras chamados de MDP. O grupo já investe no Estado nos segmentos de pecuária e eucalipto, entre Água Clara e Naviraí, e tem unidades no Nordeste, Minas Gerais e São Paulo.

Segundo o diretor Financeiro José Maurício Caldeira, o incentivo fiscal garantido pelo Estado foi fundamental para que o grupo decidisse ampliar seus negócios em Mato Grosso do Sul com um projeto dessa envergadura. Também considerou decisiva a localização do município de Água Clara e sua logística privilegiada, além da vocação da região para o cultivo de eucalipto e um mercado moveleiro promissor.

Conquista

“O incentivo propiciado pelo Estado nos permite competir com outros polos industriais e a expectativa é a melhor possível”, disse Caldeira. Ele realçou que o município tem oferta de mão de obra para atender principalmente a parte de logística, observando que, em operação, a indústria vai gerar um movimento diário de 60 a 70 carreiras com cargas de eucalipto e produtos.

Presente ao ato, o prefeito de Água Clara, Silas José da Silva, agradeceu o apoio do governador André Puccinelli para que a Asperbras se instalasse em seu município, onde o agronegócio é seu pilar econômico. “O nosso povo sempre lembrará do senhor por esta grande conquista”, disse. A prefeitura local já qualifica os futuros trabalhadores da indústria, em convênio com o Sistema S da Fiems.

Representando a Asperbras, assinaram o termo de acordo os diretores Francisco Carlos Jorge Colnaghi, William Alves Araujo e José Maurício Caldeira. Participaram como testemunhas os secretários estaduais de Fazenda, Jader Julianelli Afonso, e de Desenvolvimento Agrário, de Produção e de Turismo, Paulo Engel.