Canais de Notícia

Economia

Publicada em 25/03/2014

Eldorado Brasil fatura R$ 1,8 bi no primeiro ano de operação

Ebtida de R$ 443 milhões corresponde a margem de 28% sobre a Receita Líquida.

Da assessoria

A Eldorado Brasil Celulose (www.eldoradobrasil.com.br) celebra o primeiro ano de operação registrando recordes sucessivos de produção na sua unidade industrial e excelente desempenho de vendas, que resultaram em um faturamento bruto de R$ 1,8 bilhão.

Em 2013, a Eldorado Brasil produziu 1,27 milhão de toneladas de celulose de eucalipto. A fábrica iniciou suas atividades em novembro de 2012 e, em dois meses de atividade, sua produção apresentava qualidade compatível com as exigências do mercado internacional para 100% do volume produzido. Seis meses após a entrada em operação a indústria atingiu, em bases anualizadas, sua capacidade de produção projetada de 1,5 milhão de toneladas de celulose por ano.

O volume vendido em 2013 foi de 1,16 milhão de toneladas. A participação do mercado interno no volume faturado durante o ano passado foi de 14%, enquanto que, no mercado externo, as vendas para Ásia ocuparam 47% do volume, Europa respondeu por 34% e a América do Norte participou com 5%.

Com isso, o Ebitda (lucro bruto menos as despesas operacionais, excluindo depreciação e amortizações do período e os juros) foi de R$ 443 milhões. Esse valor indica uma margem de 28% sobre a Receita Líquida de R$ 1,6 bilhão. No período, a Eldorado Brasil gerou um resultado negativo de R$ 491 milhões, decorrente principalmente dos custos de início da operação e do impacto cambial.

A Eldorado Brasil é autossuficiente em energia produzida a partir de biomassa. A capacidade total instalada é de 220 MW (Megawatt). Desse total, 90 MW são para consumo próprio e cerca de 50 MW a 60 MW é fornecido para a Eka Chemicals (AkzoNobe) e White Martins, parceiros do complexo de Três Lagoas (MS). Com isso a Eldorado Brasil possui capacidade para exportar cerca de 30 MW para o mercado livre de energia, que apresenta preços crescentes.

Em 2014, a Eldorado Brasil deve aumentar sua capacidade de produção para 1,7 milhão de toneladas por ano. A Empresa já superou a marca das 5 mil toneladas de celulose produzida em um único dia. Em bases anualizadas, esse volume indica que a indústria possui potencial para atingir essa capacidade projetada. A Eldorado Brasil tem um projeto de expansão, com capacidade produtiva estimada em 2 milhões de toneladas de celulose por ano, que já teve seus planos apresentados ao Instituto do Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul (Imasul) e Audiência Pública realizada em novembro de 2013.

As conquistas também são expressivas na área florestal. A colheita totalmente mecanizada com logística integrada permitiu à Eldorado superar em 11% a produtividade esperada para a área. Foram plantados 50 mil hectares, que resultaram em 161 mil hectares de florestas próprias de eucalipto, plantadas nos melhores padrões de eficiência do mercado. Desse total, aproximadamente 148 mil hectares do montante plantado estão reservados para atender à demanda da primeira linha e o excedente já se destina ao projeto de expansão.

“Nosso primeiro ano de operações foi muito positivo e as perspectivas para 2014 são ainda melhores. Nesse primeiro ano de atividades consolidamos nossa posição de competitividade e sustentabilidade. Atingimos nossos objetivos no plantio de florestas e produção industrial graças à competência e experiência de uma equipe comprometida e motivada por desafios”, afirma José

Carlos Grubisich, presidente da Eldorado Brasil.