Canais de Notícia

Economia

Publicada em 24/03/2014

Exportação de industrializados cresce 6,52% no ano em MS

Os grupos Complexo Carne e Papel e Celulose continuam liderando a receita das vendas externas.

Da assessoria

A receita com as exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul apresentou crescimento de 6,52% no acumulado de janeiro e fevereiro deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado, saltando de US$ 475,9 milhões para US$ 506,9 milhões, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems.

Em termos de montante da receita, o avanço foi alavancado pelas exportações dos grupos “Complexo Carne”, com US$ 191,76 milhões, e “Celulose e “Papel”, com US$ 172,50 milhões, enquanto em relação aos percentuais as maiores altas foram dos grupos “Máquinas e Equipamentos”, com crescimento de 137,7%, e “Alimentos e Bebidas”, com elevação de 87,8%.

Segundo o diretor-corporativo da Fiems, Jaime Verruck, esse crescimento nas exportações de industrializados do Estado pode ser creditado à desvalorização do real frente ao dólar, à relativa sustentação dos preços dos nossos produtos no mercado internacional e ao aumento das compras por parte dos nossos principais parceiros comerciais.

“O cenário para o restante do ano é positivo para os principais produtos que compõem a nossa pauta de exportações de industrializados. O mercado mundial não apresenta qualquer tendência de queda de preço, ou seja, teremos uma sustentação da receita dos produtos industrializados nos próximos meses”, analisou.

Ele completa que, apesar de o volume das exportações de produtos industrializados no período de janeiro e fevereiro deste ano apresentar queda de 24,4% na relação com o mesmo período de 2013, não houve influência na receita.

“A redução de 917,6 mil toneladas para 693,9 mil toneladas não afetou a receita de exportação dos produtos industrializados em virtude da desvalorização cambial e também dos outros fatores já citados”, reforçou, completando que as vendas externas de industrializados apenas no mês de fevereiro alcançaram US$ 273,1 milhões, crescimento nominal de 14,7% em relação a fevereiro de 2013, quando o valor foi de US$ 238,1 milhões.

Com essa receita, fevereiro de 2014 registrou o melhor resultado já alcançado para o mês em toda a série histórica da exportação de industrializados de Mato Grosso do Sul. Por fim, quando comparado com os resultados de igual mês, ao longo da série, vale ressaltar que de janeiro de 2009 até agora foram registradas 46 quebras de recorde nas receitas de exportação, o que equivale a dizer que o recorde mês a mês, ao longo desse período, foi quebrado em 74,0% das vezes.

Quanto à participação relativa, no mês, as vendas externas de industrializados atingiram a marca de 78% de tudo o que foi exportado por Mato Grosso do Sul, enquanto no acumulado do ano, na mesma comparação, a participação é de 81,8%.