Canais de Notícia

Economia

Publicada em 10/03/2014

Receita do País com exportação de celulose cresce 40,8% em janeiro

Dados são da Associação Brasileira de Celulose e Papel.

Anderson Viegas

O faturamento das empresas brasileiras com a exportação de celulose cresceu 40,8% em janeiro de 2014 frente ao mesmo período de 2013, passando de US$ 365 milhões para US$ 514 milhões, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (10), por publicação da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).

Do total de faturamento com as exportações brasileiras do produto no primeiro mês deste ano, cerca de 17,58%, o equivalente a US$ 90,4 milhões vieram das duas fábricas instaladas em Mato Grosso do Sul, a Eldorado e a Fibria. O produto, inclusive, foi o principal do ranking de exportações do Estado neste início de ano.

Em volume, o crescimento da quantidade de celulose vendida pelo Brasil para o exterior foi ainda maior do que o registrado em receita, de acordo com a Bracelpa, chegando a 50,9%, passando de 635 mil toneladas para 958 mil toneladas, na comparação do primeiro mês dos dois anos.

O principal mercado para a celulose brasileira neste começo de ano foi a Europa, com 40,27% da receita total com as operações, seguido pela China, com 33,65%, a América do Norte, com 18,48%, a Ásia, com 6,80% e a América Latina, com 0,77%.

Apesar do crescimento expressivo na exportação, a produção de celulose no Brasil em janeiro de 2014 cresceu apenas 5,18% frente a janeiro de 2013, subindo de 1,254 milhão de toneladas para 1,319 milhão de toneladas.