Canais de Notícia

Entrevistas

Publicada em 23/01/2014

Showtec desperta atenção do produtor para a tecnologia, diz diretor executivo da Fundação MS

Evento será realizado entre está quarta e sexta-feira (de 22 a 24), em Maracaju (MS).

Anderson Viegas

Despertar a atenção do produtor rural para a tecnologia, mostrar que a inovação é acessível e que pode contribuir de modo decisivo para que ele aumente sua produtividade e, por conseqüência, a rentabilidade do seu empreendimento. Esta, na opinião do diretor executivo da Fundação MS, Renato Roscoe, tem sido a principal contribuição do Showtec, para o agronegócio de Mato Grosso do Sul nestas 18 edições do evento.

Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), mestre em ciência do solo, pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e doutor em environmental science, pela Wageningen University And Research Centre,da Holanda, Roscoe destacou nesta entrevista ao CanaNews a importância do Showtec para o agronegócio de Mato Grosso do Sul e o crescimento da feira com a incorporação de nova atividades e oportunidades para os produtores rurais, entre outros assuntos. Confira:

CanaNews – Como um evento de difusão de tecnologias como o Showtec pode auxiliar os produtores rurais a se prevenirem de eventuais prejuízos que um veranico, como o que afetou lavouras no sul do Estado nesta safra, ou o ataque de pragas como a Helicoverpa armigera, podem causar nas plantações?

Renato Roscoe – O grande objetivo do Showtec é fazer a interação entre o produtor e instituições, empresas e pesquisadores que desenvolvem tecnologia, possibilitando que ele conheça e tenha acesso as inovações. Munido dessas informações e com o uso dessas novas soluções ele pode se preparar de uma maneira mais adequada para enfrentar problemas climáticos e ataques de pragas e doenças.

CanaNews – Além dos grãos, outras culturas, como a da cana-de-açúcar, e outras atividades, como a pecuária, vêm ganhando espaço cada vez mais maior no evento, isso é reflexo do próprio crescimento e diversificação do agronegócio sul-mato-grossense?

Renato Roscoe – O Showtec vem crescendo ano a ano e demonstra a pujança e o nível tecnológico do agronegócio de Mato Grosso do Sul. Desse modo é natural que outras cadeias que têm um papel importante neste cenário também ganhem mais espaço. Além da soja e do milho, a cana já tem um espaço que é tradicional, tem o setor de florestas plantadas e tem a pecuária, entre outros. Isso sem falar dos sistemas integrados, nos quais a Fundação MS foi uma das pioneiras nos estudos. Graças a sistemas como o lavoura-pecuária e agora o lavoura-pecuária-florestas, temos cada vez mais agricultores que também estão se tornando pecuaristas e vice-versa. E esses produtores que estão ingressando nessas atividades buscam no Showtec mais informações e tecnologia para que tenham nestes novos setores tão bons resultados quanto naqueles em que já tem experiência.

CanaNews – Outra novidade do Showtec deste ano é a rodada de negócios. A sua realização surgiu de uma demanda dos próprios produtores?

Renato Roscoe – A rodada de negócios é uma iniciativa pioneira e um reflexo do crescimento que o evento teve nestes últimos anos. Essa ação corajosa está sendo promovida em parceria entre a Fundação MS e o Sebrae/MS, que já tem o know how de realizar ações semelhantes e com muito sucesso em outros eventos. Com ela, queremos possibilitar que os produtores negociem diretamente com as empresas que oferecem produtos e serviços para o setor, possibilitando a realização de parcerias comerciais e intercâmbios de tecnologia.

CanaNews – O Showtec chega em 2014 a sua 18ª edição. Em sua opinião qual foi a grande contribuição do evento para o desenvolvimento do agronegócio sul-mato-grossense neste período?

Renato Roscoe – A grande contribuição é estar sempre chamando a atenção, despertando o interesse do produtor para a tecnologia. Ao apresentar as inovações, os pesquisadores, as empresas e as instituições, e colocando ao alcance do produtor essas soluções estamos fazendo com que ele se interesse ainda mais melhorar sua produtividade e sua rentabilidade e busque os meios para fazê-lo.