Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 06/05/2013

Sistema de monitoramento agrícola de MS será lançado dia 8

Ferramenta possibilitará o monitoramento da produção de soja, milho, algodão, arroz, cana, florestas e de pastagens.

Famasul

Um novo sistema que monitora o uso e a cobertura do solo de Mato Grosso do Sul, com detalhamento de toda área destinada à agricultura do Estado, será lançado na próxima quarta-feira (8) às 8h30, na sede da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul). O Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio de MS Web (Siga Web) vai disponibilizar pela internet informações da cultura de grãos, que serão atualizadas semestralmente, por meio de análises de imagens de satélite.

O sistema é uma evolução do Siga MS, desenvolvido pela Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS – Sistema Famasul), com recursos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), por meio do Fundo de Desenvolvimento das Culturas do Milho e da Soja (Fundems).

“O projeto atenderá anseios de agricultores do Estado e de investidores em potencial. Uma página online auxiliará nas pesquisas para o desenvolvimento do setor e na tomada de decisões e elaboração de novas estratégias”, afirma o presidente da Aprosoja MS, Almir Dalpasquale, ao ressaltar que as informações do Siga Web estarão disponíveis no site www.aprosojams.org.br

Além do monitoramento da ocupação do solo pelas principais culturas do Estado - soja e milho - o Siga Web também disponibilizará informações da área destinada ao algodão, arroz irrigado, cana-de-açúcar, florestas e pastagem. Análises econômicas, relatórios, mapas e tabelas farão complemento ao projeto, para consulta de produtores rurais, pesquisadores e imprensa.

Já no lançamento serão apresentadas informações da produção agrícola do Estado desde 2009 aos representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Seprotur e Monsanto.