Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 24/01/2013

CTC estreia no Showtec apresentado suas principais variedades de cana

Centro de referência em tecnologia para cana fará sua primeira participação no evento sul-mato-grossense.

Anderson Viegas*

O Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) faz na edição de 2013 sua estreia como expositor do Showtec, a maior feira de agrotecnologia de Mato Grosso do Sul. O evento será realizado entre quarta e sexta-feira (dias 23 e 25), na sede da Fundação MS, promotora da feira, em Maracaju, a 162 quilômetros de Campo Grande.

Em seu estande, o CTC estará apresentando o seu trabalho com o desenvolvimento de novas variedades de cana, que já estão disponíveis no mercado e se adequam as diferentes características edafoclimáticas das regiões brasileiras. A entidade também estará distribuindo materiais técnicos sobre suas pesquisas e dados do setor sucroenergético.

“Com foco no desafio de dobrar, de maneira economicamente sustentável, a taxa de inovação do setor, procuramos sempre estar presente em eventos desta magnitude para discutir e mostrar o que tem sido feito na área”, explica João Carlos Gonçales Junior, gerente de Marketing do CTC.

O CTC

O CTC foi criado em 1969, em uma iniciativa de um grupo de usinas da região de Piracicaba (SP), com o objetivo de investir no desenvolvimento de variedades mais produtivas e agregar qualidade à produção de açúcar e álcool. Em 2004, entrou em uma nova era: foi reestruturado com o objetivo de se tornar o principal centro mundial de desenvolvimento e integração de tecnologias disruptivas da indústria sucroenergética, capaz de vencer o desafio de dobrar, de maneira economicamente sustentável, a taxa de inovação do setor.

Nesse período o CTC deixou sua marca no desenvolvimento da cultura da cana-de-açúcar no Brasil. Nesse período, o ganho de eficiência foi inegável: a produtividade da cana-de-açúcar aumentou cerca de 40%, a produtividade agroindustrial saltou de 2.600 para mais de 7 mil litros de etanol por hectare, enquanto o custo de produção caiu de cerca de R$ 3,00 para menos de R$ 1,00 por litro.

Novas variedades desenvolvidas pelos especialistas do CTC possibilitaram a expansão dos canaviais brasileiros por novos 3 milhões de hectares. Tendo recebido, em toda a sua história, investimentos inferiores a R$ 4 bilhões, calcula-se que a sua contribuição para a economia brasileira seja de R$ 1 trilhão.

De mais importante centro de pesquisas em cana-de-açúcar do mundo, o CTC manteve o mesmo caráter inovador e a busca pela excelência em seus resultados que agora norteiam uma empresa moderna e independente, cujos acionistas respondem por cerca de 60% da cana-de-açúcar moída na região Centro-Sul do Brasil.

(*Com informações do CTC)