Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 13/04/2015

Encontro em Dourados vai debater a safras de soja em MS

Evento será realizado na quarta-feira (15), na sede da Embrapa Agropecuária Oeste.

Da Embrapa Agropecuária Oeste

Debater e avaliar a safra da soja 2014/2015 em Mato Grosso do Sul e estabelecer as perspectivas da próxima safra são os objetivos centrais do encontro que acontecerá na quarta-feira, 15 de abril, no auditório da Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados, MS. As inscrições estão abertas, são gratuitas e podem ser feitas pela internet no site da Unidade.

Temas como cultivares, ocorrência de pragas e doenças, custo de produção, comercialização, clima e informações do Siga MS, serão abordados. Após as palestras, haverá debate que terá como mediador o Chefe Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Lafourcade Asmus.

Representantes da AprosojaMS, Fundação MS, Sepaf, Aastec e de cooperativas serão principais os debatedores convidados. O evento terá início às 7h30, com termino previsto para às 12h.

O evento deverá reunir consultores, técnicos da assistência técnica rural, produtores, representantes de cooperativas e de órgãos do governo, além de outras pessoas interessadas no assunto.

Para o Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologias da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo, o evento é uma oportunidade de troca de impressões e experiências importantes, "pois a cada ano, a safra apresenta lições, e a reunião dessas informações possibilita que sejam estabelecidos cenários para as próximas safras".

Ele exemplifica a importância da troca de informações com os diversos elos da cadeia produtiva. "A Helicoverpa armigera é uma praga que preocupou a todos nas últimas safras. Por isso, foi o assunto principal de reuniões, treinamentos, trocas de experiências, pesquisas, caravanas, entre outros. Existem determinadas circunstâncias que são previsíveis e outras nem tanto. Por isso, acredito que encontros que favoreçam o diálogo e a integração de diferentes atores que atuam na cadeia produtiva, sempre possibilita crescimento e obtenção de resultados favoráveis para todos os envolvidos", acrescentou Auro.

Segundo o engenheiro agrônomo Antonio Luiz Neto Neto, esse evento é uma demanda que nasceu no Grupo Plantio na Palha (GPP). O GPP é principal fórum de discussão do sistema de produção da região, do qual a Embrapa Agropecuária Oeste faz parte. "Essa iniciativa que favorece o debate e troca de experiências deverá favorecer a tomada de decisões dos produtores para a próxima safra de soja", informou Antonio.

O evento é uma realização da Embrapa Agropecuária Oeste, Grupo Plantio na Palha, Associação das Empresas de Assistência Técnica Rural de Mato Grosso do Sul (Aastec/MS) e Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados (Aeagran). Esse encontro tem ainda o apoio da Famasul, Fundação MS e Granos Corretora;conta com a parceria da Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf/MS) e das cooperativas Lar, Coamo, CVale, Camda, Copasul e Copacentro.