Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 02/04/2015

Embrapa tem bolsa para pós-doc em biotecnologia de cana-de-açúcar

A bolsa, no valor de R$ 4.100,00, tem duração de seis meses.

Da Embrapa Agroenergia

A Embrapa Agroenergia está selecionando bolsista de pós-doutorado para atuar em projeto de pesquisa com transformação genética de cana-de-açúcar e Setaria viridis, além de desenvolver trabalhos com fisiologia vegetal. O profissional selecionado vai atuar no Laboratório de Genética e Biotecnologia da instituição, em Brasília/DF.

A bolsa, no valor de R$ 4.100,00, tem duração de seis meses, a partir de maio, mas poderá ser estendida, dependendo do desempenho do contratado. O valor será pago pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes), por meio do projeto “Bioetanol de cana-de-açúcar: abordagens biotecnológicas para incremento de produtividade via etanol de primeira e segunda geração”, desenvolvido por uma rede de oito instituições.

O objetivo final do trabalho do bolsista será definido em conjunto entre o candidato selecionado e os pesquisadores participantes do projeto, envolvendo as seguintes linhas de pesquisa:

1-Transformação genética de cana-de-açúcar e Setaria viridis, incluindo: construção de cassetes de expressão, análise de promotores, transformação genética por biobalística e/ou Agrobacterium e avaliação molecular (PCR, Southern blot, RT-qPCR, entre outros) de eventos transgênicos (experiência necessária).

2- Fisiologia vegetal, incluindo: avaliações fisiológicas e bioquímicas de eventos transgênicos de cana-de-açúcar em condições de estresse abiótico (déficit hídrico e salinidade), em conjunto com avaliações de expressão de genes candidatos (experiência desejável).

O candidato selecionado também estará envolvido na supervisão de alunos de iniciação científica e pós-graduação dentro da linha definida. Deverá possuir diploma ou documento atestando a conclusão de doutorado e ter dedicação ao projeto em período integral.

Para se candidatar, entre em contato por e-mail com o pesquisador Hugo Bruno Correa Molinari (hugo.molinari@embrapa.br), até 20 de Abril de 2015, enviando:

a) breve relato de experiência anterior;

b) CV resumido atualizado (até três páginas);

c) link para o Currículo Lattes;

d) carta de referência de pelo menos um profissional;

e) duas outras referências para contato (nome, instituição, e-mail e telefone).

Contexto

A Embrapa Agroenergia utiliza a biotecnologia para desenvolver variedades de cana-de-açúcar mais tolerantes a estresses abióticos ou com características desejadas pelas indústrias, principalmente para a produção de etanol. A pesquisa mais adiantada, para obtenção de uma cultivar tolerante à seca, já passou pelos testes in vitro e em casa de vegetação. Agora, estão em fase de multiplicação para experimentos em campo.