Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 17/09/2014

Canavieiros do NE apostam em inovação contra adversidades

Produtores de cana investem na mecanização da atividade.

Da AFCP

O processo de mecanização dos canaviais é um caminho sem volta e cada vez mais visto no campo, principalmente nas plantações do Centro Sul do Brasil, facilitado pela topografia plana. Mas o cenário é adverso na Zona da Mata nordestina em decorrência do relevo acidentado, sobretudo em Pernambuco. A topográfica dificulta o desenvolvimento de máquinas capazes de realizar a colheita da produção canavieira, mantendo os altos custo de produção. Apesar da adversidade, usinas pernambucanas têm investido em inovação tecnologia para supera a dificuldade. A máquina recém-desenvolvida pela usina Olho D água, capaz de realizar a corte da cana em áreas de difícil acesso, será tema de palestra nesta quinta-feira (18), às 15h, na 3ª Feira de Negócios dos Produtores Nordestinos de Cana. O evento será realizado na Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) – entidade de classe promotora da Feira.

A novidade tecnológica foi criada pela unidade industrial em parceria com a empresa paulista FCN Tecnologia de Piracicaba – segmentada no ramo de desenvolver novos equipamentos convenientes ao setor sucroalcooleiro. É uma máquina que funciona montada sobre um trator, auxiliando em reduzir os custos de produção no corte da cana crua. O gestor do Departamento Técnico da Usina Central Olho D Água, Marcos Mendonça apresentará os dados de rendimento operacional dessa máquina, avaliações agronômicas e os custos operacionais e de investimento. “Os canavieiros estão ansiosos para conhecer o equipamento. Essa é uma das palestras mais esperados da Norcana”, diz Alexandre Andrade Lima, presidente da AFCP.

Outra experiência tecnológica nos canaviais locais, praticada pela usina Trapiche, será exposta também no último dia da Norcana, às 14h. O processo de mecanização de encosta com o trator TK será demonstrado pelo engenheiro mecânico Cesar Cândido. O profissional é gerente de Motomecanização da respectiva unidade industrial. A Norcana começou na terça-feira (16) e termina nesta quinta-feira (18). Foram realizadas diversas palestras técnicas e especializadas nos últimos três dias. A preços diferenciados do mercado, também foram promovidas rodadas de negócios de insumos, ferramentas, equipamentos, máquinas e demais produtos para os canaviais da região nordestina.