Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 23/11/2012

Monsanto vai continuar a questionar liminar que suspendeu royalties da RR

Liminar da Justiça do MT suspendeu a cobrança dos royalties da soja RR no estado.

Anderson Viegas

A Monsanto vai insistir na tentativa de derrubar a liminar da Justiça de Mato Grosso que em outubro suspendeu no estado a cobrança dos royalties da soja Roundup Ready (RR). A afirmação foi feita pelo presidente da multinacional no Brasil, André Dias, durante o Seminário MS Agro, nesta semana, em Campo Grande. Por duas vezes, recursos da companhia foram negados.

A Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e mais 64 sindicatos rurais do estado conseguiram a liminar na 4ª Câmara Civel do Tribunal de Justiça mato-grossense (TJ/MT) alegando que a cobrança dos royalties da RR havia vencido em agosto de 2010.

Segundo Dias, a Monsanto tem uma outra interpretação. Para a companhia ela tem direito a propriedade intelectual sobre essa tecnologia até 2014. “O que existe é uma diferença de opinião respeitosa entre alguns segmentos de agricultores e a Monsanto. E a Justiça apresentará uma resposta para essa diferença de opiniões”, comentou.

Ele comentou ainda, que por uma questão de igualdade, apesar da decisão valer apenas para Mato Grosso, a companhia suspendeu a cobrança em todo o País.

Dias afirmou ainda que é fundamental para a Monsanto que a empresa obtenha retorno do investimento que ela faz em tecnologia. "É muito importante ter um sistema que garanta um retorno desse investimento para todas as empresas que trabalham com tecnologia. Se houver esse retorno nós continuaremos investindo, se não houver nós revisaremos esses investimentos", concluiu.