Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 17/01/2014

Consórcio de milho com capins garante produtividade da soja

Assunto será discutido em painel no Showtec 2014, em Maracaju-MS

Fundação MS

A adoção de técnicas de consórcio de milho e capim, tecnologia já utilizada em alguns municípios de Mato Grosso do Sul, resulta em bons ganhos, mas necessita de cuidados técnicos e ajustes para cada local. Os produtores rurais interessados em implantar o método poderão saber mais sobre o assunto e conhecer os resultados de pesquisas da Fundação MS, no dia 23 de janeiro, durante o Showtec.

O tema ‘Consórcio milho com capins: produção de grãos’ será ministrado pelo engenheiro agrônomo, Dr. André Luis Faleiros Lourenção, que é pesquisador da Fundação MS, durante a Feira Tecnológica Showtec 2014, que será realizada de 22 a 24 de janeiro, em Maracaju. Anualmente, a Fundação MS percorre os municípios do Estado que adotam a técnica para saber mais sobre os recursos utilizados e os resultados de cada produtor. Ao final é desenvolvido um estudo, que será apresentado para os participantes do giro tecnológico.

O pesquisador André Lourenção explica que atualmente cerca de 80% das lavouras de soja de Maracaju são consorciadas e a estimativa segue para Sidrolândia e outros municípios, como Rio Brilhante. “Maracaju é o berço da tecnologia, as técnicas saem daqui e se expandem para o resto do Estado”, afirma. Ele ainda enfatiza que apesar de apresentar bons resultados, o consórcio é um sistema complexo e que precisa de muito estudo e tecnologia para que não haja perdas.

Ao inserir capim em meio a lavoura do milho safrinha, o produtor pode escolher entre duas alternativas: desenvolver o sistema lavoura-pecuária ou semear a soja em meio ao capim dessecado. André ressalta que as duas alternativas apresentam ganhos consideráveis para o produtor e que a técnica é uma das grandes evoluções agrícolas dos últimos tempos, porém existem cuidados. “O consórcio funciona como um seguro agrícola para o agricultor, pois mantém a umidade na soja que germina melhor. São necessários vários ajustes tecnológicos e se o produtor erra, pode complicar sua lavoura de milho, por isso, informação e conhecimento sobre a técnica são muito importantes”, explica.

As tecnologias mais atuais para o consórcio, assim como os resultados de sucesso no Estado serão apresentados durante a palestra, que tem entrada gratuita.