Canais de Notícia

Ciência & Tecnologia

Publicada em 24/10/2013

Brasil terá nesta quarta seu primeiro voo comercial com bioquerosene

Desde o início da década empresas aéreas fazem testes com combustível especial, mas aeronaves só transportaram tripulantes.

SAC

O primeiro voo comercial do país com turbinas movidas a bioquerosene sairá do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, rumo a Brasília, nesta quarta-feira (23).

Está prevista para as 12h42 a decolagem da aeronave da Gol, que será abastecida com 25% de um combustível obtido a partir de biomassa (resultante da transformação do bagaço de cana de açúcar e de óleos residuais).

A ideia do voo inaugural é afirmar a importância socioeconômica e ambiental da utilização de biocombustíveis e chamar a atenção para a necessidade de se organizar a produção do bioquerosene e o uso desse combustível nas operações comerciais.

“A viabilidade não é só desejável, mas necessária para que o Brasil possa atender a metas da Associação Internacional do Transporte Aéreo de reduzir em 50% até 2015 as emissões de gases provenientes dos aviões”, comentou o diretor executivo da União Brasileira do Biodiesel e Bioqueresene (Ubrabio), Sérgio Beltrão.

A ação –que acontecerá na data em que se celebra o dia do aviador– é uma iniciativa da Plataforma Brasileira de Bioquerosene, formada por companhias aéreas, fabricantes de aviões e de querosene, grupos organizados de produtores de combustíveis obtidos com fontes renováveis e representantes do governo federal.

“O uso de combustíveis que permitem a redução de poluentes se soma ao nosso projeto de aeroportos modernos. Não é possível falar em terminais do século 21 sem pensar em sustentabilidade”, disse o ministro Moreira Franco.

O titular da Secretaria Aviação Civil (SAC) estará no avião junto a outros representantes do setor de aviação, mais passageiros e tripulação.

Desde o início da década TAM, Azul e Gol fizeram voos experimentais com o bioquerosene, mas sem passageiros nos seus aparelhos.