Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 16/08/2013

Ação quer transformar assentados em empreendedores

Sebrae, Famasul e Incra definem parceria para atender assentamentos

Sebrae/MS

Inserir os produtores de assentamentos nas cadeias produtivas do agronegócio. Este é o objetivo da parceria que está sendo ajustada entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), com a participação de outras entidades.

A iniciativa foi acertada na manhã desta quarta-feira (14), na sede do Incra, entre o presidente da Famasul e do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no MS, Eduardo Riedel, o diretor superintendente, Claudio Mendonça, e o gerente de Agronegócios da entidade no Estado, Marcus Rodrigo de Faria, juntamente com o superintendente do Incra, Celso Cestari.

Segundo Cestari, são 179 assentamentos no Estado, carentes de estrutura de produção e organização social. Na reunião, Cestari conheceu seis projetos realizados pelo Sebrae tendo como foco o empreendedorismo rural . Entre eles o Programa do Leite, que atende 500 produtores na região central do Estado, 150 no Norte e 36 no Leste. Também foram apresentados o Negócio Certo Rural e o Mais Inovação, ambos desenvolvidos em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS).

A parceria será definida nas próximas semanas, vai abranger inicialmente assentados do município de Sidrolândia e deverá envolver outras entidades, como Senar, e a Secretaria de Produção e Turismo (Seprotur).

"O Sebrae tem interesse em projetos desse gênero, que ajudam a transformar o produtor em empreendedor rural", enfatizou Mendonça. Representando também o Sistema Famasul, Eduardo Riedel ressaltou a demanda dos assentamentos no Estado, os quais são atendidos regularmente pelo Senar. "Temos absoluta consciência da necessidade de incluir os pequenos produtores nas cadeias produtivas".