Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 08/08/2013

FMC mostra experiência sensorial pelo universo da soja em MS

Chapadão do Sul, Sidrolândia, Maracaju, Ponta Porã, Caarapó serão contempladas;

FMC

A soja já é um hábito na alimentação dos brasileiros, por seus benefícios para o organismo: diminui os efeitos da menopausa, combate o câncer e retarda o envelhecimento. No agronegócio, os produtores devem obter boa rentabilidade no plantio da cultura na safra 2013/2014 e este ano, é esperado que o País seja o maior produtor de soja mundial. Diante desse cenário relevante, a FMC Agricultural Solutions realiza a Operação Soja, que consiste em um caminhão itinerante que levará para a comunidade uma experiência sensorial pelo ciclo de desenvolvimento da cultura.

No Mato Grosso do Sul, a ação será realizada em Chapadão do Sul (8/8), Sidrolândia (9/8), Maracaju (12/8),Ponta Porã (13/8) e Caarapó (14). O caminhão percorrerá 12 estados, 59 cidades e 18.5 mil quilômetros nas principais cidades produtoras de soja do País.

Por meio de sentidos e percepções, as pessoas entrarão no caminhão e vivenciarão na prática “como ser uma soja na lavoura” que passa por altas temperaturas, rajadas de ventos e excessos de chuvas. “Além dessa experiência única, o projeto também tem o objetivo de orientar as pessoas sobre principais doenças da cultura com orientações de manejo e soluções tecnológicas para melhorar a qualidade e a produtividade nas lavouras”, destaca Flavio Centola, Gerente Fungicidas da FMC.

Segurança e Sustentabilidade

A FMC preza pela segurança e sustentabilidade e na Operação Soja essas premissas estão presentes. O caminhão conta com a estrutura de ação e a carroceria de alumínio, que são matérias recicláveis. As estações internas foram produzidas em painéis de madeira de origem certificada com lâmpadas de led e movido a biodiesel. A parte de segurança conta com extintores de incêndio, luz e saídas de emergências e sensores sonoros que detectam a fumaça. Para emergência, a estrutura conta com dois geradores.

Cidades contempladas

Campinas (SP); Água boa (MT); Araguari – (MG); Arapotí – (PR); Balsas – (MA); Cachoeira do Sul – (RS); Campo Mourão – (PR); Campo Novo do Parecis – (MT); Campo Verde – (MT); Canarana (MT) - Carazinho – (RS); Cascavel – (PR); Catalão – (GO); Cerejeiras – (RO); Chapadão do Sul – (MT); Cornélio Procópio – (PR); Cristalina – (GO); Edéia – (GO); Erechim – (RS); Formosa – (GO); Franca – (SP); Ijuí – (RS); Irati –(PR); Jataí – (GO); Lagoa vermelha – (RS); Londrina – (PR); Lucas do Rio Verde – (MT); Luis Eduardo Magalhães – (BA); Mangueirinha – (PR); Maracajú (MS); Nova Mutum – (MT); Palmeira das Missões – (RS); Palotina – (PR); Passo fundo – (RS); Pato Branco – (PR); Pilar do Sul – (SP); Piracanjuba – (GO); Pires do Rio – (GO); Ponta Grossa – (PR); Ponta Porã – (MS); Porto Nacional – (TO); Campos de Julio (MT); Sapazel (MT); Primavera do Leste – (MT); Querência – (MT); Rio Brilhante – (MS); Rio Verde – (GO); Rondonópolis – (MT); São Gabriel – (RS); Seberi – (RS); Sidrolândia – (MS); Silvania – (GO); Sinop – (MT); Sorriso – (MT); Uberaba –(MG); Unaí – (MG); Uruaçu –(GO); Vilhena – (RO); Xanxerê – (SC).