Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 11/07/2013

Dourados contará com grupo de produção agroecológica

Incentivo à produção vai beneficiar grupo de agricultores familiares

Sebrae/MS

Em reunião realizada nesta terça-feira (9) na Prefeitura Municipal de Dourados, representantes do Sebrae, o prefeito da cidade, Murilo Zauith, e um grupo de dez produtores do Distrito de Vila Vargas – que serão os primeiros beneficiados do PAIS (Produção Agroecológica Integrada Sustentável) na localidade – assinaram a documentação que oficializou a implantação do projeto na região.

A iniciativa do Sebrae em parceria com a Fundação Banco do Brasil e administrações municipais, que desde 2008 potencializa a produção de alimentos saudáveis, já beneficiou 350 famílias no Estado e a previsão é de que mais 115 sejam integradas ao projeto até o fim deste ano. O diretor técnico do Sebrae em Mato Grosso do Sul, Tito Estanqueiro, explica que a implantação do PAIS em Dourados reforça a importância da cidade no setor.

“É um projeto que, com passos consistentes, leva o município a ter um papel mais participativo na agroecologia. Além disso, estimula os produtores a desenvolverem esta atividade com melhor orientação técnica; uma oportunidade que muitos deles procuram para crescer”, disse Estanqueiro.

Os dez produtores vão receber o kit do PAIS, que contém os itens necessários para a produção integrada de hortaliças, frutas e verduras. “Contém o necessário para que o produtor tenha condições de começar e dar continuidade ao seu trabalho. E não é algo restrito, ou seja, aqueles que não estão neste grupo piloto podem buscar orientação e têm a possibilidade de financiar a aquisição do kit”, explicou o gerente de Agronegócios do Sebrae no MS, Marcus Rodrigo de Faria.

O prefeito Murilo Zauith destacou a importância da parceria. “É fundamental inserir estes produtores na economia da cidade, ofertando condições para que possam desenvolver o seu negócio e, consequentemente, fazer com que o município cresça no setor da agroecologia”.

Para a gerente do Sebrae na região sul do Estado, Flávia Rosa, Dourados tem potencial. “O que falta hoje é o produtor romper barreiras e buscar conhecimento sobre o que há de técnicas, o resultado que elas oferecem, e como trazê-las para sua realidade”, apontou. Já o representante do grupo de produtores de Vila Vargas, Vangivaldo Belo da Silva, comemorou. “Às vezes a gente quer crescer e não sabe como, e com orientação fica mais fácil, vai ser muito bom para todos nós”, finalizou Silva.