Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 18/03/2013

Cadeia da avicultura vai promover encontro tecnológico em MS

Evento deve ser promovido no dia 11 de junho.

Famasul

A organização do 1º Encontro Tecnológico da Avicultura do MS, ainda em 2013, e a reativação da Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul (Avimasul). Essas foram as duas deliberações da reunião da Cadeia da Avicultura de Corte de Mato Grosso do Sul, ocorrida nesta quarta-feira (13), na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do MS (Sistema Famasul).

A realização do Encontro Tecnológico está prevista para 11 de junho. Entre os temas a serem abordados estão a tendência do mercado interno e externo, as políticas estaduais para o desenvolvimento do setor, linhas de créditos para os produtores, boas práticas e bem-estar animal e as alternativas de energia renovável. “Além destes temas, queremos trazer como palestrante um representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para falar sobre a normativa 59, que modifica padrões ambientais da atividade e gera adequações por parte dos avicultores”, adianta a economista do Sistema Famasul, Adriana Mascarenhas.

Já em relação à Avimasul, a posse da nova diretoria ocorrerá no dia 17 de maio, durante a Expoagro 2013, em Dourados. Nesta reativação, haverá participação de representações de todas as regiões do Estado.

Segundo Adriana Mascarenhas, as duas ações visam acelerar o desenvolvimento do setor. Atualmente, MS tem 1.145 aviários e 469 produtores integrados, com capacidade de abate de 146 milhões de cabeças por ano. A atividade é responsável pela geração de quatro mil empregos diretos e 11 mil indiretos. Ainda assim, o setor vem enfrentando dificuldades ocasionadas pela alta dos preços do milho que pressionam os custos de produção, afetando a rentabilidade do produtor. Outro anseio da cadeia é a inclusão do setor no Programa de Avanços da Pecuária (PROAPE).

As últimas informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) revelam que em 2011 o rebanho de aves no MS somou 25,2 milhões de cabeças, respondendo por menos de 2% o volume nacional (1,268 bilhão de aves). Em 2012, o abate atingiu 140,8 milhões de frangos, com queda de 3,63% em relação ao ano anterior, confirmando a crise enfrentada pelo setor, de acordo com os dados da Superintendência Federal de Agricultura do Estado (SFA/MS).

As exportações de carne de frango “in natura”, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), totalizaram 113,3 mil toneladas, com redução de 8,8% em comparação a 2011, quando os embarques internacionais da produção sul-mato-grossense somaram 124,3 mil toneladas.