Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 10/01/2013

Conab reitera produção recorde de soja em MS, mas abaixo do previsto

Estado deve colher 6,051 milhões de toneladas da oleaginosa.

Anderson Viegas

Mato Grosso do Sul deve registrar na safra 2012/2013 uma produção recorde de soja, mas o volume deve ser ligeiramente abaixo do previsto inicialmente. É o que aponta o novo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que foi divulgado nesta quarta-feira (9).

Segundo a nova estimativa da Conab, o Estado deve colher neste ciclo 6,051 milhões de toneladas da oleaginosa, o que vai representar um incremento de 30,7% frente as 4,628 milhões de toneladas produzidas na safra passada.

Entretanto, o volume previsto no levantamento de janeiro tem 192 mil toneladas a menos do que o apontado na estimativa do órgão divulgada em dezembro. No último mês de dezembro a Conab projetava que a produção sul-mato-grossense de soja poderia chegar a 6,243 milhões de toneladas, crescendo 34,9%.

Essa frustração na safra de soja, de acordo com as informações da Companhia Nacional de Abastecimento, vai refletir na própria estimativa de produção de grãos do Estado, que foi revista no levantamento de janeiro para baixo, em 153 mil toneladas, caindo de 12,247 milhões de toneladas no relatório de dezembro para 12,094 milhões de toneladas no informativo deste mês.

Com esse prognóstico, a previsão de incremento de produção na safra 2012/2013 caiu de 5,5% para 4,2% frente ao ciclo 2011/2012, quando o Estado colheu 11,610 milhões de toneladas.

Em contrapartida, a Conab elevou sua estimativa para a primeira safra de milho em Mato Grosso do Sul. No levantamento de dezembro, a projeção era de que fossem colhidas 322,3 mil toneladas do grão e no de janeiro esse número subiu para 360 mil toneladas, o que significa 37,7 mil toneladas a mais.