Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 16/03/2015

Novo frigorífico JBS em MS é credenciado para o abate do novilho precoce

Empresa investiu R$ 30 mi na planta inaugurada em fevereiro deste ano.

Anderson Viegas

O frigorífico que a JBS inaugurou no dia 21 de fevereiro, em Iguatemi, a 451 quilômetros de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, recebeu na sexta-feira passada (13) o credenciamento da Secretaria Estadual de Produção e Agricultura Familiar (Sepaf) para fazer o abate de novilhos precoces.

A JBS investiu aproximadamente R$ 30 milhões na planta, que além de uma unidade com capacidade de abate de até 700 cabeças por dia conta também com uma unidade de fabricação de produtos industrializados.

A produção atenderá o mercado doméstico e também seguirá para a exportação para a Europa, Rússia e Oriente Médio.

Segundo a resolução da Sepaf, o frigorífico foi credenciado no Subprograma de Apoio à Criação de Bovinos de Qualidade e Conformidade (Novilho Precoce), que integra o Programa de Avanços na Pecuária de Mato Grosso do Sul (Proape).

O subprograma tem objetivo de estimular os pecuaristas de Mato Grosso do Sul a criarem animais que possam ser abatidos precocemente. Um dos principais instrumentos para isso são os incentivos financeiros.

Quando abatidos nos frigoríficos credenciados e desde que na tipificação das carcaças apresentem no máximo quatro dentes permanentes (J4) e pesos mínimos de 225 quilos para machos e 180 quilos para fêmeas, eles garantiram ao produtor a dedução no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), em percentuais que variam de 33% a 67%, conforme o número de dentes.