Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 06/03/2015

Criador de MS apresentará na Bahia fórmula para valorização do bezerro

Rubinho Catenacci vai apresentar sistema de produção do bezerro super precoce.

Da assessoria

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP) aponta que em Mato Grosso do Sul a valorização do bezerro em um ano passa de 66%, passando dos R$ 880,00 no ano passado para R$ 1.319,00 nesta primeira quinzena de março. Para apresentar os motivos desta valorização e comparar às altas cotações da Bahia, o produtor rural de Figueirão (MS), Rubens Catenacci, apresentará palestra sobre a dinâmica aplicada na Fazenda 3R para valorização do bezerro. A apresentação integra o roteiro do 2º Encontro do Agronegócio na Bahia, que acontecerá nos dias 14 e 15 de março, em Maracani (BA).

O bezerro que já está em fase de valorização devido a falta de animais para reposição, pelo aumento de consumo no mercado interno e contínua alta nas exportações, na Fazenda 3R são acrescidos 30% ao preço praticado no mercado. “Procuramos investir em genética, manejo e nutrição, com esses pilares não tem erro e se juntarmos eles à desvalorização do real, que impulsiona as exportações, verificamos um futuro ainda mais promissor”, destaca Catenacci, que participará do evento em Maracani pelo segundo ano consecutivo.

Catenacci defende que o pecuarista brasileiro não deve diminuir o seu custo de produção, mas aumentar a receita e exemplificará isto em sua apresentação com a fórmula do Nelore de Ciclo Curto (NCC) como alternativa adequada de aumento de lucratividade.

O 2º Encontro do Agronegócio que acontecerá no Parque Zé Caixeiro, em Macarani (BA) é de organização da Prefeitura, em parceria com o Sindicato Rural do município e da Rancho Leilões. Na oportunidade o pecuarista sul-mato-grossense ofertará 40 bezerras comerciais e 10 reprodutores nelore PO.