Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 05/03/2015

Azambuja discute com outros 5 governadores incentivos para setor sucroenergético

Reuniu será realizada em Goiânia na tarde desta quinta-feira (5).

Anderson Viegas

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) se reúne na tarde desta quinta-feira (5) com os governadores dos estados de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), de Alagoas, Renan Calheiros Filho (PMDB) e de Mato Grosso, Pedro Taques (PDT) para discutir os problemas enfrentados pelo setor sucroenergético e buscar alternativas para ajudar a agroindústria canavieira a retomar seu crescimento.

A reunião será realizada a partir das 15 horas no Palácio Pedro Ludovico Texeira, em Goiânia, capital de Goiás. Azambuja já anunciou que estudos técnicos estão sendo realizados no estado para apontar a viabilidade da redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do etanol em Mato Grosso do Sul, que atualmente é de 25%, visando aumentar o consumo e incentivar o setor no estado. Em São Paulo, por exemplo, a alíquota é de 12%.

Mato Grosso do Sul, conforme dados da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul) tem 22 usinas sucroenergéticas em operação, gerando 31 mil empregos diretos e cerca de 93 mil indiretos. Na safra passada o estado moeu 41,4 milhões de toneladas de cana e produziu 1,3 milhão de toneladas de açúcar e 2,2 bilhões de litros de etanol.