Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 03/03/2015

Por desenvolvimento regional, Odebrecht Agroindustrial capacita jovens em MS

Empresa implantou em Nova Alvorada do Sul primeira turma do Acreditar Jr.

Anderson Viegas

O setor sucroenergético vem sendo um grande indutor de desenvolvimento em Mato Grosso do Sul. Um dos exemplos deste caso de sucesso é o da instalação da usina Santa Luzia, da Odebrecht Agroindustrial, no município de Nova Alvorada do Sul, a 107 quilômetros de Campo Grande.

A planta foi inaugurada em outubro de 2009 e vem tendo um papel fundamental no desenvolvimento do município, que é atestado por indicadores de instituições e órgãos como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Semade) e do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS).

O número de empregos formais, por exemplo, passou de 3.634 para 4.985, entre 2009 e 2012, o que representa um incremento de 37,17%. A arrecadação com o Imposto Sobre Serviços (ISS), no mesmo intervalo de tempo cresceu ainda mais, 45,6%, saltando de R$ 4 milhões por ano para R$ 5,824 milhões por ano e o Produto Interno Bruto (PIB) do município registrou um aumento ainda maior, 116,79%, pulando dos R$ 239,100 milhões para R$ 518,361 milhões.

Além de ajudar a fomentar o crescimento econômico, a Odebrecht Agroindustrial também tem focado seu trabalho no desenvolvimento social do município, implementando ações para absorver mão de obra local e promover a geração de renda na comunidade.

Com esses objetivos, a empresa escolheu Nova Alvorada do Sul para receber a primeira turma do Programa Acreditar Jr., em agosto de 2014. A iniciativa oferece a filhos, netos, primos e sobrinhos de funcionários da Odebrecht Agroindustrial a oportunidade de participarem gratuitamente de um curso profissionalizante que é oferecido em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

A metodologia utilizada é a mesma que foi desenvolvida por outra empresa do grupo, a construtora Odebrecht, que criou o programa para atender familiares de colaboradores envolvidos na construção da usina Hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia.

“Escolhemos Nova Alvorada do Sul para receber a primeira turma do Acreditar Jr. por uma série de fatores. Primeiro, a comunidade, por meio do Energia Social [programa social da empresa] manifestou interesse. Depois, a grande demanda pelos profissionais que serão formados e, além disso, temos um excelente relacionamento com o Senai no município e colaboradores que já conheciam o programa da construtora e tinham interesse em ajudar a trazê-lo para a nossa empresa”, explica a responsável por Desenvolvimento de Pessoas da Odebrecht Agroindustrial, Karina Fonseca.

A partir dessa conjunção de fatores foi implantado em Nova Alvorada do Sul o curso de Mecânico de Manutenção de Motores a Diesel. Voltado para jovens de 17 a 22 anos, com 1.620 horas aula de capacitação, o equivalente a um ano e meio de curso, conta com fundamentação teórica nas instalações do Senai e aulas práticas que são realizadas dentro da usina Santa Luzia.

Para essa primeira turma que ofereceu 44 vagas, 153 pessoas se inscreveram. O número surpreendeu a própria empresa. “Os colaboradores deram uma resposta muito positiva a essa oportunidade”, conta Karina, explicando que a Odebrecht Agroindustrial, ao quebrar paradigmas e trazer familiares de funcionários para se capacitarem e depois terem a oportunidade de trabalharem na empresa, vem obtendo resultados muito positivos.

A responsável pelo Desenvolvimento de Pessoas da companhia explica que com o programa a companhia vem ampliando a integração com seus colaboradores; possibilitando que jovens com grande potencial permaneçam na cidade onde nasceram, criando oportunidades de trabalho e de uma carreira, e o melhor ao lado de familiares; capacitando mão de obra para atender uma das grandes necessidades da empresa e que já esta adaptada ao modo de gestão e governança da organização Odebrecht e, além de oferecer um diferencial para que esses futuros profissionais, altamente qualificados, permaneçam por mais tempo na companhia.

“Apostamos no talento desses jovens e no potencial de se desenvolverem conosco. Mais do que um programa de qualificação profissional o Acreditar Jr. é um agente de transformação na vida dessas pessoas e das comunidades em que estamos inseridos”, comenta Karina.

Alunos

O programa já esta mudando a vida de jovens como Mariany Francielly Alves Barbosa, de 17 anos. Ela concluiu o ensino médio no ano passado e foi indicada para fazer o curso pelos seus pais, que trabalham na empresa. O pai é operador e esta na Odebrecht Agroindustrial há seis anos e a mãe e operadora PL e trabalha na companhia há três anos.

Ela diz que se interessou pelo curso em razão da oportunidade de aprender mais sobre mecânica. “É algo surpreendente. As mecanizações e tecnologias de um dado processo são importantes para serem estudados e postas em prática, tanto que o processo de manutenção é uma das ações mais visadas das empresas hoje, principalmente no que diz respeito à mão de obra qualificada”, comentou a jovem.

Mesmo já gostando da área, Mariany revela que se surpreendeu com o curso e diz que pretende após o termino da capacitação, trabalhar na empresa e fazer uma faculdade em uma área um pouco diferente. “O curso superou minhas expectativas. A empresa e o Senai têm um grande comprometimento em transmitir conhecimento e toda a assistência que precisamos. Após concluí-lo pretendo permanecer efetiva na empresa e aplicar todo o conhecimento prático e teórico que estou recebendo. Também quero cursar uma faculdade, a de Medicina, que embora pareça que não tem nada a ver com mecânica tem toda a semelhança sim. Como já dizia um dos líderes de mecânica da empresa: o ciclo de vida do motor é comparado ao ciclo da vida do ser humano, e nós mecânicos somos os médicos dos motores”, recordou a estudante.

Mariany também destacou a oportunidade oferecida pela empresa com o Acreditar Jr. “É uma empresa dinâmica e flexível, que agrega valores e uma cultura empresarial própria. Graças a isso oferece inúmeras oportunidades aos seus integrantes e familiares, como esse curso, por exemplo. Possui ainda uma amplitude muito grande de áreas para se trabalhar e assegura aos seus funcionários condições de adaptabilidade a esses vários setores e também de evolução na carreira”, avaliou.

É em razão dessas características, totalmente peculiares da empresa, que a estudante acredita que a Odebrecht Agroindustrial tenha sido apontada por quatro anos consecutivos como uma das dez empresas dos sonhos dos jovens, de acordo com pesquisa realizada pela Nextview People e Cia. de Talentos. “Por todos os valores agregados, como a transparência, a competência e, principalmente, pelas oportunidades que são oferecidas a empresa merece esse reconhecimento. O programa Acreditar Jr., por exemplo, é um investimento que aposta não somente na união de familiares como o jovem no papel de propagador de desenvolvimento”, concluiu.

Outro aluno do curso é Felipe Rodrigues de Souza, também de 17 anos, e que assim como a colega já tem o ensino médio completo. Ele diz que foi indicado para participar por um primo que trabalha há três anos na empresa, na área de caldeiras, e que se interessou pela oportunidade em decorrência da afinidade que tem com a mecânica. “A área é muito boa para aprender e se desenvolver. Gosto muito e procuro estar sempre alinhado com as novidades. Por isso, decidi começar minha carreira no setor de manutenção automotiva”, explica.

Assim como Mariany, Felipe também diz que o objetivo é continuar na empresa após a conclusão do curso e fazer uma faculdade. “Ao terminar o curso com toda certeza gostaria de continuar efetivado na empresa, pois iniciar minha carreira profissional em uma grande empresa é bom, porém na Odebrecht Agroindustrial é bem melhor. Além disso, neste ano [2015] começarei a realizar um sonho meu e o da minha família. Pretendo iniciar o curso de Engenharia Mecânica. Acho que meus pais merecem sentir orgulho de mim”, revela o jovem.

Ele diz ainda que iniciar sua vida profissional na empresa representa uma grande oportunidade. “Significa pra mim uma porta aberta, onde entrarei, firmarei meus passos e crescerei muito, não só como profissional, mas como pessoa, ser humano e como homem. É uma bela oportunidade, pois não é qualquer hora que se encontra uma empresa como essa de portas abertas para jovens em início de carreira. Na empresa, trabalhamos com as Regras de Ouro, que é o direcionamento de saúde, segurança e meio ambiente, mas o que nos foi dado foi realmente foi a oportunidade de ouro”, conclui o aluno.

No curso, além capacitação, os estudantes ainda são registrados pela empresa e recebem uma remuneração de um salário mínimo, para que possam se dedicar integralmente ao aprendizado. Os excelentes resultados obtidos em Nova Alvorada do Sul fizeram com que a empresa ampliasse o alcance do programa. Em janeiro deste ano foi implantando também em Mineiros (GO), onde atende 37 jovens com o curso de Manutenção Automotiva e outros 20 com o de Operação de Máquinas Agrícolas. No segundo semestre de 2015 devem ser abertas novas turmas. A empresa ainda estuda se será no interior de São Paulo ou de Goiás.

Além do Acreditar Jr. a Odebrecht Agroindustrial ainda possuir diversos outros programas voltados para a identificação de jovens com potencial e alinhados com os valores da companhia, entre eles, o Jovem Parceiro e o Jovem Agroindustrial. Em todos, os jovens têm a oportunidade de conhecer diferentes etapas da cadeia produtiva da empresa e aprender com profissionais altamente qualificados e experientes que integram a equipe de colaboradores da companhia.

Para saber mais sobre o Acreditar Jr. e outros programas da Odebrecht Agroindustrial CLIQUE AQUI!