Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 29/01/2015

Relatório da Ampasul aponta preocupante avanço do bicudo em MS

No município maior produtor de MS observou-se expressivo aumento da praga.

Da Ampasul

A Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampasul) publicou nesta quarta-feira (28) mais um relatório do Programa Fitossanitário do Algodão do Estado. O documento, já em seu texto de introdução, recomendações sobre o controle do bicudo já no início do desenvolvimento da cultura e informa os resultados alcançados nas nove semanas de armadilhamento que antecedem a semeadura.

O resultado é preocupante, pois no município maior produtor do fio natural de Mato Grosso do Sul, Costa Rica, observou-se expressivo aumento da praga, 59% a mais que o registrado no mesmo período da safra passada.

O mesmo documento ainda aponta que mesmo com o intenso trabalho de conscientização da AMPASUL, ainda se observa plantas voluntárias ou rebrotes de algodão nas lavouras de soja e milho. Essas plantas contribuem significativamente na evolução da população do bicudo, principalmente após a colheita dos grãos, próximas aos talhões de algodão.

Foram realizadas duas reuniões dos Grupos de Trabalho do Algodão, uma em Chapadão do Sul e outra em Costa Rica, onde o assunto principal, mais uma vez foi o bicudo e os compromissos assumidos para o seu controle.

Outro trabalho relevante realizado pela AMPASUL são os plantios de campos demonstrativos de algodão, um em Chapadão do Sul, na Fazenda Confiança e outro na Fazenda São Paulo, no Distrito de Baús, Município de Costa Rica. Para visitações aos campos, os produtores devem agenda-los na AMPASUL.

Segundo o relatório, os cotonicultores de Mato Grosso do Sul ainda não concluíram o plantio de segunda época, ou adensado e aqueles do plantio convencional estão em bom desenvolvimento vegetativo e apontam para boa produtividade. Em uma área de 120 hectares, em Chapadão do Sul, ocorreu uma chuva de granizo e o produtor está aguardando a reação do estande para decidir sobre o replantio ou não.