Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 03/12/2014

Expogrande 2015 será promovida de 23 de abril a 3 de maio

Acrissul estuda agora data de shows e de leilões da feira.

Da Acrissul

Em reunião promovida nesta semana entre a diretoria da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) e diretores de núcleos de criadores de raças bovinas e equinas, ficou definido que a Expogrande de 2015 será realizada entre os dias 23 de abril e 3 de maio.

A entidade vai iniciar estudos para programar os shows musicais que serão feitos durante a feira. Uma das alternativas propostas é concentrar os shows nos finais de semana (sexta-feira, sábado e domingo), para não cruzar com o calendário de leilões da feira. Quando houver shows os tatersais abrirão somente durante o dia para os leilões.

Esta alternativa deixaria a Acrissul com a opção de cobrar ingressos mais populares durante a semana, quando não houver shows, para que toda a população possa visitar o parque e conhecer os estandes comerciais do evento.

Os núcleos de criadores de cavalos preveem uma participação maior em 2015. O núcleo da raça crioula pretende fazer da Expogrande uma referência nacional. Neste ano 110 animais foram trazidos à feira.

Para o próximo ano esta participação deve ser ampliada. Além do crioulo, participam também as raças quarto de milha, pantaneiro e a feira terá ainda o tradicional leilão de animais para trabalho. No total, o Parque tem espaço para alojar cerca de 350 equinos durante o evento, além de 11 pavilhões para exposição de raças bovinas e ovinas.

Expogrande 2014 foi recorde

A 76ª edição feira, neste ano, registrou crescimento de 93% em relação ao ano de 2013 e movimentou R$ 594,5 milhões, registrando o maior volume de negócios da história da Expogrande.

Só em financiamentos bancários a Expogrande fechou negócios envolvendo R$ 556 milhões em créditos, com a participação dos bancos Bradesco, Santander, Caixa Econômica Feral, Sicredi e Banco do Brasil. No ano passado os negócios envolvendo esse segmento ficaram em torno de R$ 268 milhões.

O Banco Bradesco participa da feira há cinco anos e registrou um aumento de 244,9% no volume de negócios nos 11 dias de evento. Com 1.109 propostas, movimentaram ao total R$ 376 milhões. No ano passado foram 473 propostas com movimentação de R$ 109 milhões.

Mais uma vez os leilões superaram as expectativas dos organizadores, fechando com um crescimento de 17,5% no volume de negócios em relação a 2013, totalizando este ano com R$ 29,02 milhões contra R$ 24,7 do ano passado. Também registrou-se um crescimento significativo nas médias do gado de elite e nos leilões de equinos.