Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 14/12/2012

Com duas gigantes do setor, Três Lagoas se transforma na capital mundial da celulose

Nesta quarta-feira foi inaugurada a Eldorado Brasil, maior fábrica do mundo no município.

Anderson Viegas

Com duas empresas gigantes instaladas em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande se transformou na “Capital Mundial da Celulose”. Nesta quarta-feira (12), a maior unidade de produção em uma única linha do mundo foi inaugurada, a Eldorado Brasil, que tem capacidade para processar até 1,5 milhão de toneladas por ano. A outra grande companhia presente no município é a Fibria, que tem condições de produzir até 1,3 milhão de toneladas anualmente.

Segundo Joesley Batista, presidente da J&F Investimentos, controladora da Eldorado, o investimento na planta, que foi de R$ 6,2 milhões, foi o maior já realizado pela holding e segue a estratégia de diversificar as atividades do grupo, que já tem negócios aos setores de consumo, commodities, capital intensivo e finanças, em mais de 50 empresas.

De acordo com o presidente e CEO da Eldorado, concluída a inauguração da primeira linha de produção, os técnicos da companhia já estudam o projeto de ampliação da unidade. A previsão é de um investimento entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões, para mais que triplicar a capacidade da fábrica, passando das 1,5 milhão de toneladas para 5 milhões de toneladas.

Financiamento

De acordo com o presidente e CEO da Eldorado, José Carlos Grubisich, do total investido na planta, R$ 2,7 bilhões vieram do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes), sendo R$ 1,9 bilhão vindo diretamente da instituição e R$ 800 mil de repasses de recursos do bando via instituições privadas.

Perspectivas de mercado

Grubisich ressaltou ainda que a perspectiva de mercado para a companhia é muito positiva em razão do crescimento da demanda por celulose para a produção de papel descartável. "O mercado mundial cresce entre 2% e 2,5% ao ano, o que representa uma demanda de 1,5 milhão de toneladas a mais, ou uma fábrica do porte da Eldorado por ano", comentou.

O presidente da República em exercício, Michel Temer, destacou a importância de um empreendimento deste porte para demonstrar a força da economia brasileira em um momento de instabilidade em outros países e lembrou que parte dos recursos aplicados no projeto vieram da instituição.

Já o governador André Puccinelli ressaltou que empreendimentos como a Eldorado ajudam a diversificar a base econômica do Estado, antes dependente da agricultura e pecuária, e que outras industrias que estão se instalando em Três Lagoas e na região, com a siderúrgica Sitrel e a fábrica de fertilizantes da Petrobras estão mudando o perfil do município.