Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 20/11/2014

Cadeia produtiva do leite de MS se reúne nesta segunda

Durante evento, governador realiza entrega de frota do Leite Forte.

Do Sebrae/MS

Na próxima segunda-feira (24) o Governo do Estado, através da Seprotur, e representantes do Sebrae reúnem no Centro de Convenção Palácio Rubens Gil de Camillo representantes da Cadeia Produtiva do Leite do estado – prefeitos dos municípios do interior, lideranças do Agronegócio, técnicos e produtores – em evento do Programa Leite Forte.

O evento tem início a partir das 8 horas com o Leite da Manhã, que busca promover a integração entre os representantes de cada região. Logo após, haverá uma breve apresentação dos resultados e do cenário da pecuária leiteira no estado. Lançado em 2012, o Leite Forte visa aumentar a produtividade e melhorar a qualidade do leite nos estabelecimentos rurais do Estado, especialmente dos produtores da agricultura familiar.

“Trataremos das perspectivas do setor leiteiro; precisamos ir muito mais longe”, afirma Paulo Engel, titular da Seprotur. Segundo ele, nas últimas décadas Mato Grosso do Sul passou de 30 mil para 70 mil o número de pequenos produtores de leite no MS. “Desse total, cerca de 80% têm no produto a sua fonte principal de renda. Este é um segmento que merece todo o nosso respeito e empenho pelas questões econômica e social que representa”, complementa.

Durante o evento, o governador André Puccinelli realiza a entrega simbólica de mais 51 veículos que, em breve, serão utilizados na coordenação e assistência técnica do programa. “Com essa frota, totalizaremos mais de 130 veículos disponibilizados para o Leite Forte. Além disso, ao longo de 2014, já entregamos kits de irrigação, ordenhadeiras, resfriadores, notebooks, entre outros equipamentos destinados à execução do trabalho”, afirma Engel.

O Leite Forte já investiu 40 milhões de reais para estruturar, capacitar e fomentar a cadeia produtiva do leite em Mato Grosso do Sul. O programa já está presente em 70 dos 79 municípios existentes no estado, beneficiando e cerca de 4.600 produtores até agora.

Ainda durante o evento acontece palestra sobre o tema “Lácteos: Cenários e Perspectivas” com o Phd. em Economia Agrícola pela Universidade do Estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, Lorildo Aldo Stock. Ele é pesquisador da Embrapa Gado de Leite, instituição na qual 175 técnicos do Leite Forte foram treinados.

São parceiros do programa: Agraer, Iagro, Agesul, AEM/MS, Banco do Brasil, BNDES, Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite (CSCPL), Ceasa, CUT, CEDRS, Embrapa, Famasul, FAF-MS, Fiems, Fetagri, Funar, Fundação Banco do Brasil, Imasul, Incra, Jucems, MAPA, MI, MDA, MDS, OCB/MS, Sebrae, SED, Semac, Setas, Senai, Senar, Sicredi, Sudeco, UCDB, UEMS e UFMS.