Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 07/12/2012

Entidade lança manual de boas práticas para produção de algodão

Manual será lançado junto com posse da nova diretoria da IMAmt e AMPA.

Da Redação

A solenidade de posse da nova diretoria da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA) e do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) será palco do lançamento do “Manual de Boas Práticas de Manejo do Algodoeiro em Mato Grosso”. A publicação foi concluída na gestão do produtor Carlos Ernesto Augustin, que passará a presidência da AMPA e do IMAmt para Milton Garbugio, nesta quinta-feira (6), às 20h, no Cenarium Rural. Organizado pela equipe de pesquisadores do IMAmt, o manual reúne uma série de artigos abordando as “melhores práticas” para cada atividade envolvida na busca da produção de qualidade do algodão em Mato Grosso.

“Nosso objetivo foi reunir conhecimentos atualizados de pesquisadores reconhecidos por sua competência técnica no setor algodoeiro brasileiro e assim expor as principais “Manual de Boas Práticas de Manejo do Algodoeiro em Mato Grosso” em uma publicação objetiva, que possa servir de consulta rápida no dia a dia das pessoas envolvidas nas diversas atividades produtivas”, afirma Augustin na apresentação do manual. Segundo o presidente da AMPA e do IMAmt no biênio 2011/12, o manual a ser apresentado ao público nesta noite deverá ser apenas o primeiro. “Deveremos publicar novas versões, já que a tecnologia envolvida na produção está sempre em evolução”, justifica.

Ele lembra que a AMPA e o IMAmt sempre procuraram incentivar o uso de todas as ferramentas necessárias à produção do algodão pelos produtores de Mato Grosso de maneira eficiente e sustentável, seja através do apoio à pesquisa ou através dos inúmeros eventos que patrocinaram ou promoveram, diretamente ou em parceria com outras instituições.

O diretor executivo do IMAmt, Alvaro Salles, conta que a equipe coordenada pelo pesquisador Jean Belot procurou através de sua rede de parceiros as melhores indicações de quem poderia ser o organizador de cada tema abordado no manual.

“Os autores de cada capítulo foram escolhidos de acordo com o conhecimento específico em cada área. É certo que não pudemos convidar todos os que consideramos ser excelentes, pois há casos em que o Brasil dispõe de vários especialistas renomados, mas tivemos que optar por um deles para esta edição”, comenta Salles.

O “Manual de Boas Práticas de Manejo do Algodoeiro em Mato Grosso” foi produzido com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e será distribuído gratuitamente aos cotonicultores.

(*Com informações da assessoria)