Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 17/10/2014

Artigo: Senepol – Um exemplo de parceria estratégica

Raça tem se destacado pela qualidade genética e incrementos de produtividade.

*Por Cleber Oliveira Soares

Você conhece a Senepol?

É uma raça taurina adaptada de bovinos originária da ilha caribenha de Saint Croix. Seu desenvolvimento se deu pelo cruzamento de bovinos das raças Red Poll (britânica) e N’Dama (africana), e visou viabilizar a produção de gado de corte no clima tropical caribenho, visto que as raças de clima temperado não se desenvolviam nas condições climáticas e nutricionais da região.

Criada no início do Século XX, a Senepol buscou e conseguiu incorporar excelentes características zootécnicas e produtivas para as condições tropicais, especialmente aquelas associadas à conformação frigorífica, precocidade sexual, docilidade, tolerância ao calor, boa habilidade materna, precocidade sexual aliada à alta libido, longevidade, carne macia, boa resistência a parasitas e ao excelente desempenho a pasto.

Está distribuída em diversos países de clima tropical e subtropical. No Brasil, o bovino Senepol ingressou no ano de 2000 e, hoje, possuímos o maior e um dos melhores rebanhos, em aspectos de qualidade, do mundo. Fato estratégico foi que desde aquela época entraram no País animais de excelente procedência e qualidade genética, vindos, principalmente, dos Estados Unidos da América e da região do Caribe.

Esta raça tem um potencial ímpar de contribuir para o fortalecimento da qualidade e da produção de carne superior na pecuária nacional, dados os seus atributos positivos, sua genética taurina e a maior heterose (vigor do animal cruzado).

No Brasil, a Senepol tem sido acompanhada, avaliada e aprimorada por meio da parceria do Programa Embrapa de Melhoramento de Gado de Corte - Geneplus e a Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos Senepol. Esta parceria, cujo o produtor é o ator-chave do processo, tem buscado, a partir da variabilidade genética da raça, identificar animais geneticamente superiores capazes de contribuir para a melhoria, entre outras, das características de conformação frigorífica e de qualidade da carne. Está em sintonia com os sistemas de produção de gado de corte predominantes no Brasil, para os quais as características de adaptabilidade e funcionalidade são de fundamental importância.

A tecnologia Geneplus/Embrapa, que se aplica junto ao criador, oferta aos produtores o que há de melhor em resultados de avaliação genética de matrizes, touros e produtos. O sucesso da parceria tem sido observado também nas gerações seguintes às análises. Adicionalmente, a avaliação de touros jovens é outro ganho estratégico, dada a grande demanda e o déficit de reprodutores geneticamente superiores nos rebanhos brasileiros.

Este ano, sediamos no Brasil o 1º Congresso Internacional da Raça Senepol. Casa cheia, com participantes de países dos vários continentes e leilões com recordes de venda e preço. Ocasião em que foi lançado o segundo Sumário de Touros Senepol, outra ferramenta fundamental para a evolução da raça. Em menos de 15 anos, de importador o País passou a exportar genética e tecnologia associada à Senepol para o mundo.

Raça que tem se destacado na pecuária brasileira em qualidade genética e incrementos de produtividade e lucratividade. Hoje, a genética Senepol brasileira não é só sinônimo de qualidade e produtividade, é também de investimentos de curto, médio e longo prazos. Para a Embrapa é um motivo de orgulho fazer parte dessa história e da parceria que, em tão pouco tempo, muito tem contribuído para o incremento da produção de carne de qualidade, a geração de renda e motivação da classe produtora. Este é um bom exemplo a ser seguido.

*Chefe-geral da Embrapa Gado de Corte (Campo Grande, MS)