Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 23/09/2014

Mais Florestas, da Famasul, inspira o Mais Árvores, da CNA

Iniciativa irá estimular o plantio comercial de florestas plantadas no Brasil.

Da CNA

Estimular os produtores rurais interessados a investir na atividade florestal e orientar aqueles que já atuam no segmento a obter mais renda e melhores índices de produtividade. Estes são os principais objetivos do Programa Mais Árvores, elaborado pela Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

O programa será apresentado nesta terça-feira (23/9), às 14h, no segundo e último dia do I Encontro da Cadeia Produtiva de Base Florestal, que acontece na sede do Sebrae Nacional, em Brasília. O encontro, que começou hoje (22/9), está reunindo representantes de toda a cadeia produtiva do setor de florestas para discutir ações e estratégias para alavancar o segmento no país.

A ideia é aplicar as diretrizes do programa em todas as regiões produtoras de florestas, fornecendo ao produtor rural todas as informações necessárias sobre mercado, plantio e manejo florestal, tanto para quem quiser investir no segmento como atividade alternativa na propriedade, como para os que pretendem fazer da silvicultura sua principal fonte de renda.

Segundo a assessora técnica da Comissão Nacional de Silvicultura e Agrossilvicultura da CNA, Camila Braga, os produtores interessados em aderir ao programa, assim como cooperativas e empresas, poderão procurar as federações estaduais de agricultura e pecuária ou os sindicatos rurais para obter as informações necessárias. A iniciativa também vale para cooperativas e empresas.

“É a melhor alternativa técnica e financeira para os programas de fomento florestal de cooperativas, empresas, e produtores rurais independentes que possuem limitações de produção e produtividade, e queiram diversificar a produção na propriedade”, explica a técnica, que fará a apresentação sobre o programa, que surgiu a partir do Programa Mais Florestas, desenvolvido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul (Famasul).