Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 22/08/2014

Manejo de Vegetação reduz impactos e custos para o sistema elétrico

Projeto visou controle da vegetação nas faixas de passagem de linhas de transmissão.

Da Dow AgroSciences

Inédito no Brasil, projeto-piloto da Dow AgroSciences em parceria com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e o Centro de Gestão de Tecnologia e Inovação (CGTI) acaba de ser concluído com sucesso. O trabalho denominado Pesquisa e Desenvolvimento P&D 365, traz a solução para um dos principais desafios para as concessionárias de energia, o controle da vegetação nas faixas de passagem de linhas de transmissão.

Desenvolvido em áreas estratégicas do sistema de transmissão da Cemig Distribuição, nos municípios de Divinópolis e Juiz de Fora, em Minas Gerais, que integram os dois principais biomas da região, Cerrado e Mata Atlântica, o projeto avaliou a eficiência de diferentes metodologias de aplicação do Manejo Integrado de Vegetação (MIV), que consiste na manutenção de superfície coberta com densa e diversificada vegetação nativa que não comprometa a segurança das estruturas e cabos, facilitando as atividades e reduzindo os custos de manutenção.

Essa técnica baseia-se na eliminação seletiva das plantas indesejadas, reduzindo a pressão competitiva com o restante da vegetação. De acordo com Valeska De Laquila, gerente de marketing da área, na Dow AgroSciences, ao comparar o MIV com o sistema tradicional de controle de vegetação, realizado através de roçada manual, o projeto concluiu que o uso do MIV apresentou benefícios substanciais, entre eles redução nos custos do manejo, incluindo diminuição das interferências na área, promoção da biodiversidade ao longo dos corredores de linhas de transmissão, além da proteção do solo contra fenômenos erosivos.

Utilizado há mais de 50 anos por concessionárias dos Estados Unidos e Canadá, com respaldo da Agência de Proteção Ambiental (EPA), o Manejo Integrado de Vegetação busca, por meio de um conjunto de ações, o estabelecimento, em longo prazo, de plantas cujas características de crescimento não interfiram no desempenho operacional das instalações elétricas ou que demandem o mínimo de intervenções humanas.

Para o efetivo controle de plantas indesejáveis, a Dow AgroSciences oferece completa linha de herbicidas que permite a adoção do Manejo Integrado de Vegetação. Para apresentar os resultados desta parceria e as tecnologias envolvidas no MIV, a Dow participou do Workshop Cemig, em Belo Horizonte, no último dia 20 de agosto, sobre o tema. No evento, Fabiano Testa, da área de Pesquisa e Desenvolvimento da Dow AgroSciences, apresentou as “Perspectivas para o desenvolvimento comercial do Manejo Integrado de Vegetação no Brasil”.