Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 01/08/2014

Circuito ExpoCorte em Campo Grande reúne 1.380 participantes

Evento tratou de aspectos que podem ajudar a melhorar a atividade pecuária.

Da assessoria

Mais de 1.380 pessoas estiveram presentes no Circuito ExpoCorte, realizado nos dias 30 e 31 de julho, no Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande (MS). Desse total, 80% são pecuaristas, provenientes de 42 cidades do Mato Grosso do Sul. Em dois dias, eles discutiram como conseguir o máximo de suas propriedades por meio de 15 palestras, quatro debates e contatos com empresas de referência do setor presentes na feira de negócios que compõe o evento.

“Dentre as razões que atraíram um público muito expressivo, destaco a qualidade do conteúdo do evento, não só das pessoas, mas das mensagens que foram passadas e da sensibilidade das várias cabeças que pensaram a programação. A partir do momento em que se decide abordar temas de interesse do produtor, pessoas adequadas para falar daquele tema em um formato que permite participação, ação e aprendizado, o resultado é o sucesso”, avalia o presidente do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Eduardo Riedel.

Segundo ele, para uma Federação que tem o objetivo de levar o máximo de informação de qualidade e conhecimento para o maior número possível de produtores, não poderia ter sido um resultado melhor. “É fato que o produtor tem mais consciência e não é mais aquele cidadão que vivia isolado do mundo; hoje ele é um ator protagonista do processo de evolução do país. Ao mesmo tempo em que ele vem para receber informação que serve para o seu negócio, vem cobrar e criticar. E isso é fundamental, pois ele participa de um processo de evolução do nosso país. Por isso que eu acredito muito na capacidade da agropecuária em ajudar a construir essa mudança e eventos como o Circuito ExpoCorte ajudam a consolidar esse sentimento e esse processo”, complementa Riedel.

Para a diretora da Verum Eventos, Carla Tuccilio, que realizou o evento em parceria com a Famasul, a grande participação do público reflete a necessidade de oferecer espaços para que todos os elos da cadeia produtiva se comuniquem e discutam juntos como evoluir na atividade. “Construímos em conjunto com a Famasul uma programação que abordou alguns dos principais aspectos que podem ajudar a evoluir o setor, dando espaço para os debates que são extremamente ricos e expressam as demandas e pontos que precisam ser trabalhados em conjunto”, afirma Carla.

Essa edição ano do evento, realizado pelo terceiro ano no Mato Grosso do Sul, tratou de temas como as demandas mundiais pela carne bovina, integração da cadeia, necessidades do consumidor e da indústria, gestão, mão de obra e recursos humanos, questões ambientais e trabalhistas, sucessão dos negócios, novas lideranças e associativismo, além de aspectos técnicos que envolvem a pecuária, como genética, nutrição, pastagens e sanidade.

Depois de ter passado por Cuiabá (MT) no mês de março e Campo Grande, a próxima etapa do Circuito ExpoCorte será em Ji-Paraná (RO) nos dias 17 e 18 de setembro, seguida por Araguaína (TO) em 15 e 16 de outubro e Uberlândia (MG) em 11 e 12 de novembro.