Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 25/07/2014

Zoetis representará com exclusividade linha Syntex no País

Parceria beneficiará pecuaristas de gado de corte e leite.

Da assessoria

Líder global em saúde animal, a Zoetis ampliará sua linha reprodutiva por meio da representação exclusiva dos produtos da empresa argentina Syntex - especializada em soluções para potencializar a eficiência de programas reprodutivos. Com a parceria, a Zoetis (considerada pioneira no desenvolvimento do mercado de Inseminação Artificial em Tempo Fixo no Brasil, em conjunto com os principais centros de reprodução locais), disponibilizará ao mercado uma linha completa para a sincronização de vacas de corte e leite, o que garantirá eficiência reprodutiva dos animais e a geração de bezerros de alta qualidade.

Segundo recentes estimativas de especialistas do mercado, cerca de 7,5 milhões de vacas são sincronizadas anualmente no Brasil. A busca por tecnologias no setor é crescente, principalmente, por serem de fácil aplicação, custo acessível e com resultados comprovados. “Podemos considerar essa parceria como uma das principais operações estratégicas da unidade de negócios Bovinos da Zoetis nos últimos cinco anos. Nosso portfólio, composto por produtos já consagrados no mercado, estará completo e apresentará soluções que se enquadram perfeitamente nos diversos protocolos hormonais necessários às diferentes categorias, raças e níveis de produção dos bovinos de corte e leite”, afirma Elcio Inhe, diretor da Unidade de Negócios Bovinos.

A Zoetis comercializará com exclusividade alguns dos principais produtos do portfólio Syntex, como o Novormon – gonadotrofina usada para aumentar as taxas de crescimento folicular, ovulação e prenhez em protocolos de sincronização, além de facilitar o manejo da inseminação artificial e a transferência de embriões -, o DIB – dispositivo intravaginal de silicone com 1 g de progesterona, utilizado para o controle do ciclo estral em bovinos, programas de inseminação, de superovulação de doadoras e sincronização de receptoras –, e o Gonadiol – estrógeno de rápida ação, indicado na indução e sincronização de cios associados com dispositivos de progesterona. “O pecuarista poderá optar, com o auxílio dos profissionais capacitados da Zoetis, pelo melhor protocolo de IATF para os animais de sua propriedade. Sempre com o objetivo de produzir mais bezerros de boa qualidade, aproveitando o bom momento da atividade cria”, afirma Rodrigo Faveri, gerente de Marketing da Unidade de Negócios Bovinos.

Os produtos da empresa argentina serão somados à consagrada linha de hormônios reprodutivos da Zoetis, que apresenta o CIDR – dispositivo intravaginal com 1,9 g de progesterona, utilizado como base dos protocolos de IATF e TETF, possibilitando a previsão de nascimentos –, o E.C.P. – estrógeno de longa ação utilizado no pós-parto e como indutor de ovulação em protocolos reprodutivos –, e o Lutalyse - prostaglandina utilizada também dentro dos protocolos de sincronização do cio em vacas e éguas. “A IATF mudou os rumos do manejo produtivo, pois, com a inseminação tradicional o produtor aguardava a vaca entrar no cio para inseminá-la. Ou seja, o animal mandava no sistema. Agora, com o portfólio completo oferecido pela Zoetis, o pecuarista decide o que é melhor para sua propriedade”, explica Inhe. O executivo ainda reitera: “Nosso principal objetivo com essa parceria é garantir aumento de produtividade e melhoria da qualidade genética do rebanho de todos os pecuaristas que confiam em nossos produtos e serviços“.

Tecnologia aliada à produtividade: Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF)

A Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), técnica em que as vacas são inseminadas com data marcada, permite que a reprodução fique sob o controle do produtor. O método, feito com utilização de produtos específicos, pode ser aplicado em propriedades de qualquer tamanho e permite inseminar o rebanho em horário pré-determinado, sem a necessidade de detecção do cio. Com a técnica, o criador pode inseminar mais vacas em menos tempo, programar a inseminação, o nascimento dos bezerros e aumentar o número de bezerros de Inseminação Artificial no início da estação de nascimento, com melhor aproveitamento da mão-de-obra. Com o uso da sincronização da ovulação e IATF, o produtor determina quando e quantos animais serão inseminados.

“O emprego da tecnologia é de fundamental importância para o desenvolvimento da pecuária e da economia brasileira, pois é capaz de aumentar a taxa de serviço e de concepção e, consequentemente, o aumento da taxa de prenhez”, explica Mauro Meneghetti, Gerente da Linha Reprodutiva da Zoetis. Esse método proporciona ao rebanho uma redução do intervalo entre partos, redução do período de serviço e a elevação da taxa de desfrute da fazenda, ou seja, permite ao pecuarista que se intensifique a produção de carne ou leite/hectare/ano, alavancando melhores retornos econômicos sem necessidade de ampliação das fronteiras agrícolas.