Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 14/05/2014

Campo Grande terá capacitação em método de tosquia de ovinos

Mato Grosso do Sul possui atualmente o oitavo maior rebanho de ovinos do Brasil.

Da assessoria

Mato Grosso do Sul possui atualmente o oitavo maior rebanho de ovinos do Brasil com mais de 478 mil cabeças, segundo as informações da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro). Entretanto, a falta de mão de obra para desempenhar a tosquia, método pelo qual é retirada a lã dos ovinos, é uma realidade no Estado. Com o objetivo de capacitar trabalhadores e produtores rurais no conhecimento desse processo, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS (Senar/MS), em parceria com a Associação Sul-Mato-Grossense de Criadores de Ovinos (Asmaco), realiza pela primeira vez em Campo Grande os cursos de Regulagem de Máquinas de Tosquia, entre dias 14 e 16 de maio, e Tosquia Tally Hi, de 19 a 23 de maio.

No Estado, a tosquia em ovinos é realizada antes do inverno e depois da época de chuvas para não prejudicar a saúde do animal, que fica propenso a contrair doenças fora desse período. O processo gera gastos e a falta de mão de obra impede a agilidade do processo no Estado. “Se o produtor aprender a tosquiar seu rebanho ou capacitar os trabalhadores de sua propriedade terá menos custos com a produção”, considera a médica veterinária da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mariana Urt.

Mais ágil na retirada da lã ovina, a tosquia por meio de máquinas é comum em Mato Grosso do Sul. A máquina retira a lã sem ferir o animal, o que geralmente não acontece no processo manual, com o uso de tesouras. Originário do Uruguai e muito utilizado por produtores da Região Sul devido à proximidade com aquele país, o método de Tosquia Tally Hi consiste em conter o ovino e realizar o processo sem precisar amarrá-lo, evitando estresse do animal. “Esse processo, se realizado de maneira correta, é mais viável pois garante o bem estar do ovino, sem risco de machucá-lo”, esclarece Mariana.

O curso de Regulagem de Máquinas de Tosquia tem carga horária de 24 horas e acontece no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Já a capacitação em Tosquia Tally Hi, que possui carga horária de 40 horas, terá a etapa teórica realizada no Parque de Exposições e a prática na Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa), na sede da Capital.