Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 11/10/2012

Produção de grãos em MS deve crescer até 8,6%, prevê Conab

Mato Grosso do Sul pode chegar a produzir 11,2 milhões de toneladas no ciclo 2012/2013.

Anderson Viegas

A produção de grãos em Mato Grosso do Sul deve crescer entre 6,8% e 8,6% no ciclo 2012/2013 em comparação com a safra 2011/2012, passando de 11,2 milhões de toneladas para um patamar entre 11,9 milhões de toneladas e 12,1 milhões de toneladas, segundo o levantamento divulgado nesta terça-feira (9), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A previsão aponta que o Estado deverá ter nesta safra uma produção recorde de soja, variando entre 6 milhões de toneladas e 6,2 milhões de toneladas, contra as 4,6 milhões de toneladas colhidas no ciclo anterior.

Em contrapartida, a Conab projeta redução na produção de milho na primeira e na segunda safra do período. No cultivo de verão a queda vai variar entre 26,1% e 30,2%, caindo de 458,9 mil toneladas para um volume entre 320,3 mil toneladas e 339,1 mil toneladas.

Na "safrinha”, período em que aumenta o cultivo do grão em Mato Grosso do Sul, a queda em volume é maior, de 5,7 milhões de toneladas no ciclo 2011/2012 para 5,2 milhões de toneladas nesta safra.

Analisando a estimativa, o presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), Almir Dalpasquale, disse que os dados em relação a oleaginosa representam uma expectativa, calculada em razão do aumento da área, de 1,815 milhão de hectares para um patamar entre 2 milhões e 2,100 milhões de hectares e que a confirmação depende das condições climáticas enfrentadas pela lavoura.

Quanto ao milho, ele disse que a redução da safra de verão é explicada pela alta dos preços da soja no mercado internacional, o que fez com que a maioria dos produtores optasse pela oleginosa. Em relação a safrinha, o presidente da Aprosoja/MS, disse que o produtor ainda não consegue visualizar o cenário de preços futuros e está cauteloso.