Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 08/04/2014

Sistemas de Integração terão destaque no Confinar 2014

Mini-cursos trarão assuntos como fertilidade de solos em pastagens e controle de plantas daninhas em Sistemas de Integração.

Da assessoria

Cada vez mais discutido entre os agricultores, os sistemas de integração lavoura-pecuária e lavoura-pecuária-floresta possibilitam a diversificação da economia, além de melhorar o aproveitamento das áreas utilizadas para agropecuária. Este será um dos principais assuntos discutidos no Confinar 2014, que trará ainda temas voltados para a produção sustentável, sob os pontos de vista ambiental e econômico. O evento é uma realização da Rural Centro e Beef Tec, e conta com o apoio da Fundação MS.

Sobre os sistemas de integração, além das palestras, ocorrerão dois mini-cursos. O primeiro será sobre o controle de plantas daninhas em pastagens, ministrado pela engenheira agrônoma Renata Pereira Marques. Já o segundo curso tratará sobre a fertilidade de solos em pastagens de sistemas de integração, em palestra proferida pelo engenheiro agrônomo Emerson de Freitas Souza, que apresentará modelos de sistemas, além de destacar a importância da fertilidade do solo e adubação.

De acordo com a diretora-secretária da Acea (Associação dos Engenheiros Agrônomos de Campo Grande), Juliana Casadei, uma das responsáveis pelos mini-cursos, a proposta é trazer o assunto em pauta para discutir com os produtores e profissionais da área, pois o setor produtivo e a pecuária, em especial, precisa se tecnificar. “O sistema de integração lavoura-pecuária é uma prática é muito interessante. A ideia principal é atualizar o profissional e o produtor para que eles possam desenvolver a integração”, explica.

O pesquisador de Sistemas de Produção Integrados da Fundação MS, Alex Melotto, enaltece a iniciativa e afirma que nos últimos dez anos houve aumento substancial dos sistemas de integração no Estado. “Isso gera novos desafios, que precisam ser superados para o que sistema seja bem sucedido. Eventos como esse, que objetivam a capacitação dos participantes, são fundamentais para a manutenção do sistema e também para o aumento da área plantada”, avalia.

Melotto também afirma ainda que, para quem pretende utilizar os sistemas de produção integrados, a participação em capacitações como essa podem ser a diferença entre o sucesso e o fracasso da propriedade rural integrada.

Sobre o Confinar

Trata-se de um simpósio que reúne produtores rurais, profissionais do agronegócio, empresas e demais agentes do setor para discutir soluções para a profissionalização da pecuária, especialmente a terminação em sistema de confinamento (intensivo). O evento proporciona interação entre os participantes e oferece palestras sobre temas que vão desde o mercado da pecuária, passando por manejo sanitário, nutricional e reprodutivo até a qualidade da carne produzida.

Além da Fundação MS, o evento conta também com o apoio da Acea, Assocom, Biosul, Crea-MS, Fundação Chapadão, Fundação Manoel de Barros, Novilho Precoce MS, Fundação de Turismo de MS, Seprotur, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, UFGD, Sistema Famasul, Sociedade Rural Brasileira, UCDB e Unigran.