Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 24/03/2014

Fator China e realização de lucros derruba cotações da soja em Chicago

Apesar das fortes perdas da sexta, saldo da semana ainda foi positivo.

Da assessoria

Os preços da soja no mercado futuro da Bolsa de Chicago fecharam a sexta-feira em forte queda de até 28 pontos. O saldo líquido da semana, no entanto, ainda foi positivo, chegando a 20 pontos no contrato de maio, referencial para a safra brasileira e sul-americana. Já para o vencimento novembro (referencial para a próxima safra dos EUA) o saldo positivo foi menor: 3 pontos. O spread entre maio e novembro subiu para 231 pontos (era de 214 uma semana antes).

As notícias de cancelamentos ou adiamentos de grandes compras pela China, tanto de soja americana quanto brasileira, estiveram na base das influências baixistas, detonando um forte movimento de realização de lucros. Outro fator que vem afetando os mercados de commodities é a valorização do dólar no mercado internacional ante as demais moedas fortes (ver o último gráfico abaixo – Dollar Index), um reflexo da mudança de política do banco central dos EUA, o Federal Reserve, que vem cortando os estímulos à economia americana, enxugando a oferta de dólares no mercado.

No mercado brasileiro de câmbio, o dólar comercial encerrou a sexta-feira com leve desvalorização em relação ao real, inferior a 0,1%, cotado a 2,324 para compra e R$ 2,326 para venda. Na semana, a variação líquida da moeda americana foi também negativa, em 0,9%.