Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 05/03/2014

Procurador-chefe do Incra em MS morre vítima de infarto

Durante os últimos dez meses ele protocolou na Justiça mais de mil ações para a retomada de lotes irregularmente ocupados.

Da assessoria

Faleceu na manhã da segunda-feira desta semana, o chefe da procuradoria do Incra no Mato Grosso do Sul, Antônio Augusto Ribeiro de Bastos, 58 anos. Ele sofreu um infarto e foi levado para a Santa Casa de Campo Grande onde faleceu por 7h30min. Natural de Corumbá, ele deixou viúva Cristine Cavalcante de Barros e três filhos, Carlos Augusto, Mário Paulo e Nathália. O sepultamento ocorreu no cemitério Parque das Palmeiras, na terça, às 9 horas.

O ex-funcionário era advogado e foi admitido no Incra/MS em junho de 1984. Desde então exerceu o cargo de procurador-chefe por quatro vezes. Era um dos conhecedores das questões fundiárias no estado e no país. Sua última empreitada era contra a venda criminosa de lotes da reforma agrária em Mato Grosso do sul. Durante os últimos dez meses protocolou na Justiça mais de mil ações judiciais sobre a retomada de lotes irregularmente ocupados. Deste total, a Justiça Federal concedeu 94 liminares autorizando a retomada de lotes com força policial., das quais 64 foram cumpridas.