Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 21/01/2014

Aumento da população do bicudo preocupa produtores de algodão em MS

Ocorreu em média no Estado um aumento de 41% do índice BAS no ciclo atual em relação ao anterior.

Do CanaNews com informações da Ampasul

O aumento da população do bicudo do algodoeiro, uma das principais pragas que ataca a cultura, está preocupando produtores de Mato Grosso do Sul. Conforme o relatório divulgado nesta sexta-feira (17), pela Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores da cultura (Ampasul, houve um crescimento de modo significativo em algumas regiões do Estado do indicador que mede a infestação do inseto, o BAS (Bicudo por Armadilha por Semana).

Segundo o relatório que é assinado pelo Engenheiro Agrônomo, Danilo Suniga Morais, coordenador técnico da Ampasul, os dados levantados na safra 2013/2014 são preocupantes. O documento aponta que apesar das ações realizadas ainda existe uma população grande do inseto que é remanescente da safra passada. Ocorreu em média no Estado um aumento de 41% do índice BAS no ciclo atual em relação ao anterior.

A Ampasul aponta que uma equipe agronômica do Programa Fitossanitário do Algodão, com base nos dados da BAS estará conversando com técnicos das fazendas produtoras para definir a melhor estratégia de controle e monitoramento do bicudo durante o desenvolvimento da cultura no Estado.

“É hora de muita atenção e qualidade de trabalho das equipes de monitoramento e controle”, alertou Morais no relatório.