Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 18/12/2013

Showtec dobra participação de empresas voltadas para a pecuária

Realizada pela Fundação MS, feira vai apresentar alternativas tecnológicas para o produtor rural.

Fundação MS

O Showtec pretende dobrar a participação de empresas voltadas para a pecuária na edição de 2014, marcada para acontecer de 22 a 24 de janeiro, em Maracaju. De acordo com a Fundação MS, que organiza a feira, o objetivo da intensificação é que o produtor rural encontre soluções para seu dia-a-dia por meio de produtos e serviços disponíveis no local.

Segundo o pesquisador da Fundação MS, Alex Melotto, aumentar a participação da pecuária é um pedido dos produtores. “Estamos atendendo a demanda dos participantes e contribuindo para a diversificação dos serviços oferecidos na feira”, explica. Alternativas em genética bovina, sementes de pastagens, suprimentos e outros produtos voltados para a pecuária de corte também serão apresentados.

Outra novidade da edição 2014 do Showtec será o “Espaço Pecuário”, local que reunirá empresas que apresentarão diferentes raças e produtos em um ambiente exclusivo. A ideia de criar mais essa opção para os produtores surgiu em 2013, porém será aperfeiçoada e ampliada na próxima feira.

Para o diretor executivo da instituição, Renato Roscoe, o Showtec 2014 será uma excelente oportunidade para que o produtor rural tenha acesso às inovações tecnológicas relacionadas à agricultura. “Nossa expectativa é a melhor possível. Muitos dos principais problemas e grandes acontecimentos da agricultura brasileira serão discutidos durante o evento", afirma Roscoe.

Programação

Entre os destaques da programação prévia do evento, estão os giros tecnológicos,que são palestras técnicas, onde pesquisadores da Fundação MS irão abordar temas relevantes para o produto rural. Além disso, haverá rodada de negócios para fomentar as relações empresariais no evento.

O evento, que conta com a parceria de diversas instituições, levará ao público apresentações de variedades de soja e milho, além de estratégias de formação de boas coberturas em sistemas de cultivos integrados. Do mesmo modo, serão debatidos temas como a situação atual dos Nematóides em MS, a viabilidade econômica do sistema soja/milho no Estado, a produção de cana-de-açúcar e o Manejo de Pragas de Difícil Controle, entre elas a Helicoverpa, encontrada em várias lavouras do país e que preocupa os produtores por seu alto poder de destruição.