Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 04/10/2013

Em outubro, Senar/MS realiza mais de 280 cursos gratuitos em MS

Os cursos serão oferecidos em 18 municípios do Estado.

Senar/MS

Os trabalhadores rurais de Mato Grosso do Sul terão, neste mês de outubro, a oportunidade de participar de 283 capacitações gratuitas promovidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS - Sistema Famasul), em parceria com os Sindicatos Rurais e outras instituições.

Serão oferecidas capacitações em apicultura, corte e costura, associativismo, informática, manejo de pastagens, moleiro, sangria de seringueiras, casqueamento, produção artesanal de alimentos saudáveis, controle de formigas, criação de frango tipo caipira, educação ambiental no campo, combate a incêndios florestais, processamento da carne de peixe, inseminação artificial, cooperativismo, criação de bezerras e novilhas para a produção de leite e manutenção preventiva de tratores agrícolas, entre outros.

Além de Campo Grande, Sidrolândia, Batayporã, Terenos, Chapadão do Sul, Dourados, Água Clara, Porto Murtinho, Eldorado, Paranaíba, Rio Negro, Cassilândia, Eldorado, Itaquiraí, Vicentina, Juti, Bataguassu e Angélica são alguns dos municípios que contarão com a realização dos cursos nos próximos 30 dias.

Os cursos do Senar/MS visam contemplar pessoas que têm no campo sua fonte trabalho e geração de renda, capacitando esses trabalhadores para qualificar seu trabalho e ampliar as possibilidades de desenvolvimento econômico. Somente em 2012, mais de 35.100 pessoas foram capacitadas em Mato Grosso do Sul através dos 12 programas e 150 diferentes cursos oferecidos.

As capacitações desenvolvidas pela instituição chegam aos municípios através da solicitação dos Sindicatos Rurais, prefeituras e entidades. Estes cursos têm duração média de 24 horas, contudo, qualificações mais extensas também fazem parte da programação do Senar.

Acesse o site www.senarms.org.br/cursos e consulte a programação do mês e quais capacitações estão disponíveis em seu município. Através do Facebook/senarms também é possível acompanhar as principais ações da instituição.