Canais de Notícia

Agrobussines

Publicada em 18/09/2013

Indígenas de Dourados invadem 67ª propriedade rural em MS

Fazenda foi invadida por grupo de 20 índios da etnia Guarani Kaiowá

Famasul

Cerca de 20 indígenas da etnia Guarani Kaiowá invadiram na manhã desta segunda-feira (16) mais uma propriedade privada em Mato Grosso do Sul. Localizada na MS-463, na região de Dourados, a fazenda de José Roberto Teccheo, passa pela segunda invasão em cinco anos. De acordo com o proprietário, indígenas ignoram a sentença expedida pela 1ª Vara Federal de Dourados que finaliza o processo e garante a legitimidade da terra.

De acordo com Teccheo a primeira invasão dos indígenas em sua propriedade ocorreu em 2008 e no ano seguinte o pedido de reintegração de posse foi atendido pela Justiça Federal. Recursos da Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Ministério Público Federal tentaram considerar a área como indígena, suposição desconsiderada pela 1ª Vara Federal de Dourados que sentenciou em 2012 favoravelmente ao proprietário da fazenda.

A área de 108 hectares atualmente é arrendada para uma usina sucroenergética, destinada ao cultivo de cana-de-açúcar. O proprietário da fazenda acusa órgãos ligados aos indígenas de elaborarem manobras que tentam romper seu contrato de arrendamento. “Tenho a legalidade da terra comprovada judicialmente, ainda assim, entidades fazem pressão para que a usina assine um termo que interrompa o meu contrato”, denuncia Teccheo.

De acordo com a Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) com a invasão da Fazenda Serrana somam 67 propriedades privadas invadidas no Estado.